A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

30/01/2016 11:01

Campo Grande confirma pelo menos 9 casos de dengue por dia em janeiro

Renata Volpe Haddad e Michel Faustino
Ação de combate a dengue está na região do bairro Nova Lima. (Foto: Alan Nantes)Ação de combate a dengue está na região do bairro Nova Lima. (Foto: Alan Nantes)

Com 2,5 mil casos notificados de dengue de 1º de janeiro até esta sexta-feira (29), Campo Grande confirma 9,48 pessoas picadas pelo mosquito Aedes aegypti por dia. Conforme a Sesau (Secretaraia Municipal de Saúde Pública), em 29 dias de 2016 foram 275 casos confirmados da doença.

Os números foram apresentados nesta manhã (30) durante ação de combate a dengue na região do bairro Nova Lima.

São 458 casos notificados de zika vírus e dois casos suspeitos, mas ainda sem confirmação. Já de chikungunya, são 62 casos notificados, mas até agora, também sem nenhuma confirmação.

Conforme o secretário municipal de Saúde, Ivandro Fonseca, as ações estão sendo intensificadas nos bairros onde há maior foco do mosquito. "Aqui na região do bairro Nova Lima, neste sábado são 150 agentes e cada um tem que visitar 50 casas, que abrange os bairros Vida Nova, Jardim Anache, Tarsila do Amaral e Colúmbia", alega.

Nestes bairros, desde às 3h30 de hoje, o carro do fumacê está percorrendo as ruas e os agentes de saúde, estão desde às 8h visitando as residências. "Paralelo a isso, cinco caminhões da Seintrha e três pás carregadeiras, auxiliam os trabalhos de combate a dengue", informa.

Carro do fumacê percorre desde às 3h30 de hoje, ruas da região do Nova Lima. (Foto: Alan Nantes)Carro do fumacê percorre desde às 3h30 de hoje, ruas da região do Nova Lima. (Foto: Alan Nantes)

De acordo com o secretário, quando as ações de combate ao Aedes aegypti começaram em outubro, na região do Nova Lima houve redução de 60% no número de notificações na região. "A região é uma das áreas mais afetadas, onde há maior incidência de foco, estão damos prioridade nestes locais", alega.

Segundo o prefeito Alcides Bernal (PP), é preciso que a população se conscientize e tenha os cuidados necessários para evitar a proliferação do mosquito. "As pessoas precisam fazer a parte delas e 86% dos focos da dengue são domiciliares. Não adianta apenas a prefeitura intensificar as ações, se não há colaboração dos populares", avalia.

Conforme Bernal, a prefeitura está planejando intensificar as ações de combate a dengue, antes de voltar a chover.

A Prefeitura de Campo Grande também está realizando neste sábado (30) na escola municipal Mirone Maiolino, no bairro Vida Nova, a Ação Cidadania POP. São vários stands montados no pátio, com serviços oferecidos de odontologia e emissão de carteira de trabalho. Seis médicos estão no local para atender a população. 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions