A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 21 de Abril de 2019

12/12/2018 10:20

Caravana da Saúde tem fila que começa antes do dia amanhecer

As cirurgias começaram no dia 7 de dezembro, e desde então mais de 1500 foram atendidas - um total de 300 por dia

Geisy Garnes e Bruna Pasche
Atendimentos acontecem até o dia 16 de dezembro (Foto: Henrique Kawaminami)Atendimentos acontecem até o dia 16 de dezembro (Foto: Henrique Kawaminami)

Em busca de atendimento oftalmológico, moradores de vários municípios de Mato Grosso do Sul vieram mais uma vez a Campo Grande para a Caravana da Saúde e enfrentaram fila antes mesmo do dia amanhecer. Nas primeiras horas desta quarta-feira (12) já era possível ver os pacientes em frente ao antigo prédio da Auto Peças Rocket - localizado na Rua Maracaju com a Avenida Ernesto Geisel.

É ali no prédio antigo que são feitos os atendimentos, cirurgias e consultas oftalmológica da Caravana da Saúde, desde o dia 4 deste mês, uma parceria entre Hospital do Câncer e da Secretaria de Estado de Saúde.

Na fila desde às 5 horas, os aposentados Francisco Velasquez Nunes e Antônio Rodrigues da Silva, de 71 e 58 anos, contam que saíram de Angélica - município a 263 quilômetros de Campo Grande - com um grupo de 30 pessoas em busca de atendimento. Os dois passaram por consulta na semana passada e nesta terça-feira (11) fizeram a tão sonhada cirurgia.

Fila começou ainda de madrugada (Foto: Direto das Ruas)Fila começou ainda de madrugada (Foto: Direto das Ruas)

Francisco operou da catarata e voltou a caravana nesta manhã para fazer um novo curativo. Já Antônio sofria de Pterígio, que é o crescimento de um tecido transparente do olho, e precisou retornar para uma avaliação médica. Apesar das horas de espera os amigos não reclamam. “Pela quantidade de gente eles estão atendendo rápido. Acho que tem que ter sempre isso, para as pessoas que não têm condições. Se fosse para pagar particular eu não faria a cirurgia”, reforçou Antônio.

Etelvina Camargo, de 74 anos, também chegou antes do dia raiar para fazer o curativo no olho esquerdo. Ela contou que passou por cirurgia ontem e já se prepara para operar também o olho direito. “Acho que tá bem rápido. O atendimento é excelente”.

Os atendimentos começaram no dia 4 de dezembro, com consultas aos pacientes que passariam por cirurgia. Até ontem, foram feitos 400 atendimentos por dia. Segundo a coordenadora administrativa da caravana, Ana Paula da Silva, às consultas terminaram nesta terça-feira, mas nesta manhã os profissionais abriram uma exceção para atender 50 pessoas vindas do interior.

As cirurgias começaram no dia 7 de dezembro, e desde então mais de 1500 foram atendidas - um total de 300 por dia. Os atendimentos continuam até o dia 16 de dezembro.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions