A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

17/01/2014 07:45

Com denúncia de cartel, audiência discute hoje regulamentação para táxi

Aline dos Santos
Projeto vai regulamentar táxis em Campo Grande. (Foto: Cleber Gellio)Projeto vai regulamentar táxis em Campo Grande. (Foto: Cleber Gellio)

A Câmara Municipal de Campo Grande realiza nesta sexta-feira, a partir das 19 horas, audiência pública para discutir a regulamentação da profissão de mototaxista e taxista.

O objetivo é a elaboração de dois projetos de lei regulamentando as atividades na Capital. A lei federal prevê um apenas um CPF (Cadastro de Pessoa Física) por táxi, mas, em Campo Grande, a denúncia é de cartel.

Conforme dados da Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito), obtidos por meio da Lei de Acesso à Informação, atualmente, 484 veículos tem permissão para explorar o serviço na Capital.

Do total, 112, ou seja, 23,1% estão nas mãos dos chamados “tubarões”. Apenas a família de Moacir Joaquim de Matos comanda 10,5% da frota de táxi da cidade.

A maioria dos alvarás não tem prazo para término da permissão para explorar o serviço, que é uma concessão pública. Para quem foi contemplado na licitação para 50 alvarás, concluída em 2012, o prazo é de 15 anos.

A reunião foi convocada pela Comissão Permanente de Transporte e Trânsito, formada por Vanderlei Cabeludo (PMDB), Alceu Bueno (PSL), Carlos Augusto Borges (PSB), o Carlão, Edson Shimabukuro (PTB) e Flávio César (PTdoB).

A audiência pública será realizada no plenário Edroim Reverdito, na sede da Casa de Leis, localizada na avenida Ricardo Brandão, 1.600, bairro Jatiúka Park.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions