A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

31/08/2011 12:08

Com suspeito preso, Polícia quer saber de quem é arma usada em briga de trânsito

Francisco Júnior

Suspeito está preso no Garras

Alessandro responde processo pelos crimes de carcere privado e sequestro. (Foto: João Garrigó)Alessandro responde processo pelos crimes de carcere privado e sequestro. (Foto: João Garrigó)

Após a prisão de Alessandro Lopes Moura, de 29 anos, suspeito de atirar contra Ildo Wazlawick, de 39 anos, na última sexta-feira (26), durante uma briga de trânsito, a Polícia Civil quer saber de quem é a arma utilizada no crime.

De acordo com Rodrigo Yassaka, delegado do Garras (Grupo Armado de Repressão a Roubos, Assaltos e Sequestros) responsável pela investigação, em depoimento, tanto a vítima quanto o autor negaram serem donos da arma, um revolver calibre 38. “Vamos fazer diligências para localizar testemunhas que possam nós dizer o que realmente aconteceu”, relatou o delegado.

Segundo ele, um amigo da vítima, que estava no carro e presenciou a tentativa de homicídio, confirmou a versão de Ildo Wazlawick de que Alessandro estava armado e efetuou os disparos.

O suspeito foi preso ontem, por volta do meio-dia, na Vila Nasser, enquanto trabalhava. Ele estava com a prisão preventiva decretada desde a manhã desta terça-feira. Na delegacia, a vítima e seu amigo o reconheceram.

Crime – A tentativa de homicídio aconteceu por volta das 17h30 do último dia 26, após uma colisão envolvendo dois veículos: um caminhão pipa e um Ford Courrier.

Ildo Wazlawick contou à Polícia Civil que conduzia seu Ford Courrier pela rua Joaquim Dornellas, em Campo Grande, e ao parar no semáforo da avenida Afonso Pena, foi colhido pelo caminhão. Porém, conforme o delegado, antes desta colisão, os dois veículos haviam se chocado. “Cada um diz que foi fechado pelo outro”, afirma Yassaka.

Ao relatarem o ocorrido, os dois envolvidos trocaram acusações com relação a quem provocou a colisão e a posse da arma. De acordo com o delegado, Alessandro disse que tomou a arma da mão de Ildo. Já a vítima relata que ao tentar retirar o motorista de dentro do caminhão, foi atingido pelos tiros. “Nós estamos apurando todos esses detalhes”.

O primeiro disparo atingiu a testa da vítima e os dois últimos o lado esquerdo, próximo ao queixo. Ildo Wazlawick foi socorrido para atendimento médico e já recebeu alta. O projétil ficou alojado na testa dele.

O revólver foi entregue na delegacia pelo advogado do suspeito.

Alessandro permanece preso na carceragem do Garras. Ele já tem passagem na polícia pelos crime de carcere privado e sequestro.



temos que analisar não só o historico do autor mas tbm da vitima que tem processos e não podemos aceitar falsos testemunhos.
 
Andreia da silva em 01/09/2011 06:38:13
AFF...Que não se tratava de pessoa de bem..., mas com um histórico criminal desses..logo se percebe que não presta mesmo....Que fique preso...por longos anos...apesar de não acreditar em milagres, no momento...é a melhor saida para nos livrarmos desse marginal doente
 
Patricia Maria em 31/08/2011 12:28:53
Preso motorista que tentou matar outro em briga de trânsito na Capital
Crime aconteceu na última sexta-feiraFoi preso ontem, em Campo Grande, o suspeito de atirar contra Ildo Wazlawick, de 39 anos, na última sexta-feira...
Homem ferido em briga de trânsito está com projetil alojado na testa
Ele reclamou com caminhoneiro sobre colisão e foi atingido por três tiros O homem ferido durante uma briga de trânsito no fim da tarde da última sex...
Após ser fechado no trânsito, motorista tenta matar a outro a tiros
Caso aconteceu em esquina da Afonso Pena, em Campo GrandeApós ser fechado no trânsito, o motorista de um caminhão atirou no outro condutor, pouco an...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions