A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

28/07/2015 14:07

Começa audiência de políticos envolvidos em exploração sexual

Edivaldo Bitencourt e Ricardo Campos Jr.
Seguido por advogados, Alceu Bueno (o primeiro da fila) sobe rampa para audiência (Foto: Vanessa Tamires)Seguido por advogados, Alceu Bueno (o primeiro da fila) sobe rampa para audiência (Foto: Vanessa Tamires)
Advogado do Gaeco, Marcos Alex, acompanha depoimentos sobre escândalo (Foto: Vanessa Tamires)Advogado do Gaeco, Marcos Alex, acompanha depoimentos sobre escândalo (Foto: Vanessa Tamires)

O ex-vereador Alceu Bueno chegou, há pouco, para a primeira audiência sobre a exploração sexual de adolescentes no Fórum de Campo Grande. Ele, o advogado Robson Martins, o ex-deputado estadual Sérgio Assis, o empresário Luciano Pageu e Fabiano Viana Otero devem ser ouvidos na primeira audiência sobre o caso na 5ª Vara Criminal, presidida pelo juiz Marcelo Ivo de Oliveira.

Bueno, que renunciou ao mandato de vereador após a denúncia, não falou com a imprensa ao chegar para a audiência. Além de réu, ele também teria sido vítima do grupo, que o extorquiu para não revelar o envolvimento com adolescentes.

O promotor do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado), Marcos Alex Vera, também vai acompanhar a audiência. Ele chegou a integrar o grupo especial para investigar suposta delação premiada de Otero, que se comprometeu em revelar provas contra mais 10 políticos envolvidos no escândalo.

Fabiano e Luciano são os únicos réus no caso que estão presos. Robson Martins pediu liberdade porque é advogado e não há cela especial no comando da Polícia Militar nem no CMO (Comando Militar do Oeste).

Robson e Pageu foram preso em flagrante pela equipe da DEPCA (Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente) depois de Alceu Bueno denunciar extorsão. No dia 16 de abril, após conversarem na praça de alimentação do hipermercado Walmart, os três rumaram para o estacionamento. No carro de Alceu, Luciano pegou envelope com R$ 15 mil, distribuídos em 300 cédulas de R$ 50.

O enredo da “cobrança” era denúncia de sexo com adolescentes de 15 anos e pagamento de R$ 100 mil. Conforme inquérito policial anexado ao processo, Fabiano Viana Otero, preso no dia 26 de abril, teria induzido duas adolescentes a saírem com diversas pessoas, incluindo o vereador. O detalhe era de que uma micro-câmera deveria ser levada nos encontros.

Alceu Bueno disse já ter pago R$ 100 mil a dupla e o motivo foi de que uma cafetina teria vídeos de Alceu mantendo relações sexuais com as menores de idade. Porém, o vereador desconfiava que a cafetina fosse fictícia, ou seja, de que a chantagem era orquestrada por Robson e Luciano.

Ex-deputado estadual Sérgio Assis, sem terno, chega para audiência na Justiça (Foto: Vanessa Tamires)Ex-deputado estadual Sérgio Assis, sem terno, chega para audiência na Justiça (Foto: Vanessa Tamires)
Juiz marca para dia 28 audiência de políticos envolvidos em escândalo
A primeira audiência de julgamento do caso do escândalo da exploração sexual, envolvendo o ex-vereador Robson Martins, ex-deputado estadual Sérgio As...
Ex-vereador denunciou extorsão após descobrir investigação, diz advogado
Dos cinco acusados de participar do escândalo da exploração sexual, somente os empresários Fabiano Viana Otero e Luciano Pageu continuam presos pelo ...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions