A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 23 de Setembro de 2018

24/03/2012 12:44

Decisão sobre prédio da antiga rodoviária vai ficar para nova direção do TJ/MS

Aline dos Santos

O impasse está na desapropriação da parte prédio que é privada

Terminal já teve vários projetos desde quando foi desativado. (Foto: Marlon Ganassin)Terminal já teve vários projetos desde quando foi desativado. (Foto: Marlon Ganassin)

O impasse sobre a instalação de Juizados Especiais no prédio da rodoviária desativada de Campo Grande vai ficar para a nova direção do TJ/MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul).

Na última quinta-feira, o prefeito Nelsinho Trad (PMDB) participou de reunião com o presidente do TJ/MS, Luiz Carlos Santini, e com o vice Hildebrando Coelho Neto, que assume no próximo dia 2 de abril o comando do judiciário estadual. “A instalação ou não vai ser decidida pela próxima administração”, afirma Santini.

Ele reclama da demora e lembra que já deveria ter sido aberta a licitação para reforma do imóvel. O projeto é orçado em R$ 32 milhões. O impasse está na desapropriação da parte prédio que é privada. São 22 mil metros quadrados, dos quais apenas 6,6 mil são do Município. Para o TJ, a dificuldade está no valor da desapropriação.

Na reunião, o prefeito disse que tem os recursos necessários, entre R$ 7 milhões e R$ 8 milhões, para a desapropriação e que já fez reunião com os proprietários. “Enquanto o prédio não for totalmente desapropriado, não podemos entrar lá dentro”, salienta o presidente do tribunal.

Saga – Desativada em 31 de janeiro de 2010, a rodoviária de Campo Grande já teve vários projetos para revitalizar o local e fomentar o comércio do Centro Comercial Terminal do Oeste.

De concreto, foram instalados a Guarda Municipal e os vendedores de lanche. O espaço foi requisitado pela Uems (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul) e depois receberia a Uningá (Unidade de Ensino Superior Ingá), mas os projetos não saíram do papel. As propostas ainda incluíram a instalação de uma incubadora dekassegui e um restaurante popular.



Bola de neve. Vaia acontecer a mesma coisa que aconteceu com aquela construção do que seria a "nova rodoviária", av Ernesto Geisel. Mais um patinho feio na capital.
 
Marcelo Max em 24/03/2012 01:20:28
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions