A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

04/05/2011 16:10

Delegado vai ouvir nove vítimas dos presos que tentaram fugir da Máxima

Ana Paula Carvalho

Inquérito de tentativa de fuga frustrada deve ser encerrado até dia 11

 Delegado vai ouvir nove vítimas dos presos que tentaram fugir da Máxima

O delegado titular do 3ºDP, Dimitri Erik Palermo, enviou um ofício na tarde de hoje à Agepen solicitando que os nove reféns feitos por Carlos Henrique da Silva, 31, e Aldilson Pereira durante uma tentativa de fuga frustrada na última segunda-feira (2) compareçam à delegacia. O delegado quer ouvir as testemunhas para saber o que aconteceu durante o período que elas ficaram trancadas dentro do pavilhão 4 (ala da saúde).

O delegado acredita que ouvirá todas as vítimas até o começo da semana que vem. A mulher de Carlos Henrique também será ouvida. “O depoimento é mais para saber o que eles viram e se houve disparo da arma de fogo utilizada pelo Carlos”, diz.

Quanto à arma que estava com o preso dentro do Presídio de Segurança Máxima, o delegado acredita que ela não tenha entrado desmontada. ”É mais inviável entrar com ela desmontada, porque dá muito trabalho para montar. A estrutura de metal compreende quase todo o tamanho da arma, não teria porque desmontá-la”, afirma.

Ainda não há informações de como a pistola chegou ao preso. “A única coisa que ele, Carlos, disse, é que a arma não entrou durante as visitas e nem através de advogado”, relata. O delegado aguarda o resultado da perícia para saber se houve algum disparo.

O exame de balística e o exame residuográfico devem ficar prontos até o começo da semana. O inquérito será concluído e relatado ao Fórum até o dia 11.

Carlos Henrique e Adilson foram indiciados pelos crimes de tentativa de fuga mediante violência, porte ilegal de arma e lesão corporal.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions