A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 10 de Dezembro de 2017

25/04/2012 17:21

Dependente químico reaparece ferido 3 dias após ser sequestrado em casa

Nadyenka Castro

Ele foi localizado por familiares, que suspeitam que o motivo do crime seja dívida com traficantes

Sequestrado no domingo na própria casa, um rapaz de 32 anos, foi encontrado pela família por volta das 16 horas desta quarta-feira, caminhando por uma via, nas proximidades da residência, em Campo Grande, com várias lesões pelo corpo. Amigos e parentes suspeitam que ele tenha sido agredido e levado por traficantes, por conta de dívidas de drogas.

O caso, que por pouco não termina em tragédia, é mais um exemplo do flagelo das drogas; do drama diário que vivem aqueles que convivem com usuários e tentam acabar com a dependência.

A cunhada do rapaz, que terá o nome preservado, conta que ele tem mentalidade de adolescente e também é usuário de entorpecentes há alguns anos. Desde que soube da situação, a família tenta recuperá-lo.

Os parentes já o levaram para outra cidade, sem sucesso. Sempre reservado, segundo a família, ele não mora mais com os pais e, de acordo com amigos, já mudou de endereço pelo menos duas vezes.

Atualmente, residia no bairro Universitária e de lá foi levado no domingo (22). Ele morava com um amigo, que foi quem, usando o celular da vítima, avisou a família, conta a cunhada. “Ele foi sequestrado sem documento, sem celular, só com a roupa do corpo. Estava pronto para dormir”.

O pai da vítima, de 60 anos, registrou boletim de ocorrência na segunda-feira, baseado nas informações que foram repassadas a ele.

O idoso contou à Polícia Civil que três ou quatro homens chamaram pelo filho dele e com armas de fogo, entraram no imóvel, pegaram o rapaz, desferiram vários socos e coronhadas, o colocaram dentro de um carro e fugiram do local. O boletim de ocorrência foi registrado como desaparecimento de pessoa.

Desde que soube do sequestro, a família procurou por ele em vários locais. “Já fomos até ao IML”, lembra a cunhada, referindo-se ao Instituto Médico e Odontológico Legal.

O receio dos parentes é que ele pudesse estar abandonado, com várias lesões pelo corpo, sem conseguir se comunicar. Ele foi encontrado por um irmão com ferimentos no rosto e braços. Segundo a família, ele estava empregado e queria pagar a dívida com traficantes.

Durante discussão, adolescente de 17 anos é esfaqueado pelo amigo
Um jovem de 17 anos foi levado em estado grave para a Santa Casa após ser esfaqueado na noite deste sábado, na frente da casa em que mora no Bairro G...
Após furtar obra, ladrão é capturado por moradores e ferido a tiros
Marcio Estacio Duarte Teixeira, de 31 anos, foi socorrido a Santa Casa de Campo Grande após ser atingido por dois tiros na madrugada deste domingo (1...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions