A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

11/10/2016 12:57

Depois de 14 horas de espera, mulher consegue vaga na UTI da Santa Casa

Adriano Fernandes
Santa Casa de Campo Grande, o maior hospital de MS (Foto: Fernando Antunes)Santa Casa de Campo Grande, o maior hospital de MS (Foto: Fernando Antunes)

Depois de 14 horas esperando por uma vaga para o tratamento de um crítico quadro de pneumonia pelo SUS (Sistema Único de Saúde), Ivonete Barboza da Silva, de 52 anos, foi encaminhada para a UTI (Unidade de Tratamento Intensivo) da Santa Casa de Campo Grande, no início desta tarde (11).

A sensação é de alívio, depois de tanto tempo de espera, conforme explica a filha de dona Ivonete, a jornalista Thayara Barboza. “Agora, ao menos a gente sabe que o quadro dela vai ser acompanhado em um local com uma estrutura mais adequada”, comentou Thayara, já na ambulância a caminho do hospital, com a mãe.

Segundo ela, o estado de Ivonete é estável no momento, depois de horas de angústia enfrentadas, desde a manhã de ontem (10), quando a mulher passou a ter febre, náuseas e a pressão caiu muito.

Ainda pela manhã, Ivonete passou por exames de raio-x e sangue na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do bairro Coronel Antonino, mas o diagnóstico de pneumonia nos dois pulmões e choque séptico - termo médico usado para designar a falência circulatória aguda - só chegou no fim da noite. 

Desde às 21h40 de ontem (10), mãe e filha aguardavam na UPA (Unidade de Pronto Atendimento), por uma vaga numa UTI (Unidade de Tratamento Intensivo) de um hospital público de Campo Grande. 

Thayara também tentou ajuda da Defensoria Pública para conseguir o atendimento para a mãe.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions