A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

29/03/2012 17:01

Durante confusão em boate, jovem se passa por policial federal e acaba preso

Mariana Lopes

Outro é detido por estar com GPS furtado na cintura. Ele alega que pegou o aparelho para fingir que era arma e intimidar o grupo adversário.

Jonathan foi preso por tentativa de furto. Ele é de Coxim e está na Capital há um mês. (Foto: Mariana Lopes)Jonathan foi preso por tentativa de furto. Ele é de Coxim e está na Capital há um mês. (Foto: Mariana Lopes)

Foram presos na madrugada desta quinta-feira (29), Jonathan Mendonça Coelho, 18 anos, acusado de ter roubado um GPS, e Luiz Fernando de Souza, 22 anos, que se identificou como policial federal durante briga em frente a uma boate, localizada na avenida Mato Grosso, em Campo Grande.

Segundo Jonathan, ele e Luiz Fernando são amigos de infância e moram juntos na cidade há um mês e 15 dias, desde que vieram de Coxim, cidade natal dos dois. Sobre a confusão na noite de ontem, o jovem conta que foram para a balada e conheceram Norberto Neves dos Santos, 32 anos.

Os três estavam Na Valley Pub e de lá foram juntos para a boate. De acordo com Jonathan, eles beberam durante a noite duas garrafas de whisky e 12 long necks de cerveja. “Na hora que a gente estava indo embora, o Norberto arrumou confusão com o segurança, que chamou a polícia. No meio da discussão, passou um cara e esbarrou nele. Daí a gente foi atrás, para tirar satisfação”, relata Jonathan.

Foi então que, de acordo com a versão do rapaz, a briga começou. “Para intimidar os caras, o Luiz mostrou um documento dele que tem o brasão da Polícia Federal e eu peguei o GPS do carro do Norberto para fingir que era uma arma”, conta Jonathan.

De acordo com a delegada Rozeman Geise Rodrigues de Paula, da 1° Delegacia de Polícia, Norberto alegou que apenas deu carona aos dois rapazes e acusou Jonathan de ter furtado o GPS.

Jonathan afirma que trabalha há uma semana em um hotel da Capital. Ambos os jovens não têm passagem pela polícia. "Se minha mãe souber, ela vai ficar louca", diz.

Luiz Fernando foi liberado e responderá por falsa identidade, enquanto Jonathan continua preso, pois foi autuado em flagrante por tentativa de furto.

Guarda oferece palestra sobre prevenção e combate às drogas em Uneis
Jovens da Unei (Unidades Educacional de Internação) Dom Bosco e da Unidade de Internação Feminina Estrela do Amanhã, em Campo Grande, receberam pales...
Cadastramento biométrico é oferecido pela Carreta da Justiça em Anhanduí
Desde o início desta semana a Carreta da Justiça está realizando atendimentos da biometria no distrito de Anhanduí, no município de Campo Grande, gra...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions