A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 14 de Agosto de 2018

09/01/2017 13:09

Em decretos, prefeitura anuncia revisão de contratos e retorno de servidores

Decretos também criam grupo que vai levantar a divida com os fornecedores

Yarima Mecchi
Prefeito, Marquinhos Trad (à esquerda), e o responsável pela Seintrha, Rudi Fiorese (à direita). (Foto: Richelieu de Carlo)Prefeito, Marquinhos Trad (à esquerda), e o responsável pela Seintrha, Rudi Fiorese (à direita). (Foto: Richelieu de Carlo)

A prefeitura de Campo Grade publicou nesta segunda-feira (9) quatro decretos que dão facilidades nas taxas de pagamento á vista, cria um grupo para fazer o levantamento da dívida do Executivo com os fornecedores, a reavaliação das licitações que estão sendo feitas desde 2016 e retorno dos servidores que estão cedidos. Os decretos foram publicados no Diogrande (Diário Oficial de Campo Grande) de hoje.

De acordo com a publicação a taxa de fiscalização de anúncio, será lançada da seguinte forma: com desconto de 20%, desde que o pagamento à vista, seja efetuado até o dia 15 de fevereiro; em duas parcelas, para os valores acima de R$ 243,17, com vencimento da primeira em 15 de fevereiro e a segunda em 15 de maio.

Já a taxa de ocupação de solo será lançada para pagamento á vista, com vencimento em 15 de fevereiro de 2017; ou em até quatro parcelas, com vencimento da primeira em 15 de fevereiro e as demais no dia 15 dos meses de: maio, agosto e novembro.

Equipe - No decreto que cria o grupo que vai levantar a divida da Prefeitura de Campo Grande com os fornecedores determina que o grupo seja composto pelas secretarias Seplanfic (Secretaria Municipal de Finanças e Planejamento), Segov (Secretaria Municipal de Governo e Relações Institucionais), Secretaria Municipal de Gestão, PGM (Procuradoria-Geral do Município) e Secretaria Municipal da Controladoria-Geral de Fiscalização e Transparência.

A equipe tem 90 dias para a apresentação do relatório dos trabalhos e fica proibido o pagamento de despesas realizadas até 31 de dezembro de 2016, exceto as referentes a pessoal e encargos, dívida fundada e de caráter continuado.

Litações - Outra publicação traz as normas que reavaliação as licitações em curso e os contratos firmados até 31 de dezembro de 2016. Os procedimentos poderão ser revogados ou a rescisão do instrumento mediante acordo entre as partes.

Caso tenha rescisão ou cancelamento de contratos, a comissão deverá levar previamente à análise da PGM para avaliação dos efeitos decorrentes.

Servidores - Fica estabelecido o prazo de 30 dias para que todos os servidores no poder Executivo, estão cedidos ou em exercício em órgão ou entidade diferente de sua lotação, retornem à sua origem.

O decreto não se aplica aos servidores cedidos mediante convênio de cooperação mútua, que esteja dentro do período de vigência; e aos cedidos para ocupar cargo em comissão ou exercer função de confiança.

Prefeitura suspende licitação de compra de remédios aberta por Bernal
Três licitações foram suspensas no Diogrande (Diário Oficial de Campo Grande) desta quinta-feira (5) pelo prefeito Marquinhos Trad (PSD), entre elas ...
Prefeitura reajusta valor e publicar no Diogrande fica 10,7% mais caro
A Semad (Secretaria Municipal de Administração) anunciou nesta terça-feira (5) reajuste de 10,71% no valor da publicação de matérias de outros municí...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions