ACOMPANHE-NOS    
JULHO, SEGUNDA  26    CAMPO GRANDE 28º

Capital

Em meio à crise da Saúde, duas das seis UPAS ficam sem raio-x em Campo Grande

Denúncias chegaram ao Campo Grande News e ao Conselho Municipal de Saúde

Por Aline dos Santos e Mariana Rodrigues | 29/03/2021 11:18
Movimentação de pacientes ontem (dia 28) na UPA Vila Almeida. (Foto: Kísie Ainoã)
Movimentação de pacientes ontem (dia 28) na UPA Vila Almeida. (Foto: Kísie Ainoã)

Cotadas para virar mini-hospital na pandemia da covid-19, as UPAs (Unidade de Pronto Atendimento) Vila Almeida e Universitário estão sem aparelho para exames de raio-x. A situação na unidade do Universitário foi confirmada à reportagem por profissional da Saúde, enquanto pacientes denunciaram o problema na Vila Almeida.

A educadora Rafaelly Cristiane Souza de Jesus, 26 anos, conta que o pai tem sintomas de covid, está há quatro dias internado na unidade da Vila Almeida e não pôde fazer o exame de imagem. “O raio-x era para ver a situação dos pulmões do meu  pai”, diz Rafaelly.

No domingo (dia 28), a reportagem foi à UPA Vila Almeida e encontrou Daniele Aparecida em busca de exame para a filha.

“Trouxe minha menina de 9 anos porque machucou o dedo jogando bola. Vi apenas um pediatra, mas conseguimos atendimento em meia hora porque não estava lotado. O problema é que o raio-x não está funcionando e só soubemos disse depois”, reclama.

Tainara Lopes, 20 anos, também teve que sair às pressas da unidade em busca de outro local para que a filha de 2 anos fizesse o exame de imagem. “Está tossindo, com febre”.

Daniele Aparecida não conseguiu exame de raio-x no domingo para a filha na UPA da Vila Almeida. (Foto: Kísie Ainoã)
Daniele Aparecida não conseguiu exame de raio-x no domingo para a filha na UPA da Vila Almeida. (Foto: Kísie Ainoã)

Antigos - Nesta segunda-feira, o Conselho Municipal de Saúde informa que recebeu na semana passada a reclamação sobre a falta de raio-x na UPA da Vila Almeida e a Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) está empenhada na busca de solução.

“Tirando o da UPA Coronel Antonino, os nossos aparelhos são mais antigos  e estão quebrando. Há dificuldade para fazer a licitação e arrumar. Também há casos de radiografias mais complexas, que ‘puxam’ mais energia e a rede cai”, afirma Maria Auxiliadora Ribeiro Vilalba Fortunato, coordenadora da mesa-diretora do conselho.

A Sesau informou que o equipamento da UPA Vila Almeida foi retirado para manutenção e deve ser realocado nos próximos dias. A secretaria nega o problema na unidade do Universitário.

“Os procedimentos estão disponíveis nas UPAs Coronel Antonino, Universitário, Moreninha, Santa Mônica e no CRS Tiradentes, além do Cenort [Centro Ortopédico Municipal]  e nos hospitais. A disponibilização destes equipamentos nestes locais é estratégico, uma vez que tais unidades atendem uma demanda muito maior de pacientes”, informa a Sesau.

Unidade de ProntoAtendimento da Vila Almeida pode recever UTIs para covid. (Foto: Kísie Ainoã)
Unidade de ProntoAtendimento da Vila Almeida pode recever UTIs para covid. (Foto: Kísie Ainoã)

Indicações – Presidente do SindMed (Sindicato dos Médicos de Mato Grosso do Sul), Marcelo Santana Silveira explica que o exame de raio-x é indicado principalmente para fraturas, identificar alterações no abdômen que indiquem cirurgia e diagnóstico de pneumonia bacteriana.

No caso da covid-19, o exame de imagem também é um suporte, mas, na chegada à unidade de saúde são realizados exames para identificar se há falta de ar e controle da saturação por meio de oxímetro no dedo.

O médico alerta que raio-x e tomografia, procedimentos com carga de radiação, devem ser realizados apenas em casos específicos para monitorar a doença.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário