ACOMPANHE-NOS    
ABRIL, DOMINGO  11    CAMPO GRANDE 28º

Capital

Em reunião, secretário pede munições para treinamento da Guarda Municipal

Corporação ganhou 200 pistolas ponto 40 da Polícia Rodoviária Federal e agora precisa de munições para o treinamento

Por Ana Paula Chuva e Kerolyn Araújo | 21/01/2021 12:56
Valério Azambuja pediu liberação de munições ao Ministério da Defesa. (Foto: Marcos Maluf)
Valério Azambuja pediu liberação de munições ao Ministério da Defesa. (Foto: Marcos Maluf)

O secretário de Segurança Pública de Campo Grande, Valério Azambuja, pediu ao secretário Nacional de Segurança Pública, Carlos Renato Machado, munições para que os guardas civis metropolitanos possam realizar treinamento. A solicitação aconteceu durante reunião na manhã de hoje (21) na Sejusp (Secretaria Estadual de Justiça e Segurança Pública).

Segundo o secretário, a guarda recebeu da PRF (Polícia Rodoviária Federal) 220 pistolas calibre 40, no entanto a corporação não tem munição para que possam realizar o treinamento com as armas.

“Se Liberar, o treinamento já começa e em 40 dias a população campo-grandense vai ter 800 guardas aptos a usar armamento ponto 40”, disse Valério.

O pedido foi feito durante a reunião, porque se houver abertura de licitação pela prefeitura da Capital para compra dessas munições o processo pode demorar de seis meses a um ano.

Para que o treinamento seja feito será preciso entre 30 a 50 mil munições.

Reunião acontece na Sejusp hoje. (Foto: Marcos Maluf)
Reunião acontece na Sejusp hoje. (Foto: Marcos Maluf)

Também participam da reunião o assessor do secretário Nacional, Juruebe Oliveira, o diretor de Gestão e Integração de Informações da Senasp, Bilmar Angelis de Almeida Ferreira e do diretor adjunto da Diretoria de Políticas de Segurança Pública, Nelson Gonçalves de Souza,  o secretário de Segurança Pública de Mato Grosso do Sul, Antonio Carlos Videira e o adjunto da Sejusp, Ary Carlos Barbosa.

Além do delegado geral da Polícia Civil, Marcelo Vargas, o comandante geral da Polícia Militar em exercício, coronel Renato dos Anjos Garnes, o comandante geral do Corpo de Bombeiros Militar, coronel Joilson do Amaral, a coordenadora geral de Perícia, Glória Suzuki, o diretor do DOF (Departamento de Operações na Fronteira), coronel Wagner Ferreira da Silva e o subcomandante da Polícia Militar Rodoviária, João Paulo Chink.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário