A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

11/07/2016 16:36

Empresário se apresenta e diz que feriu mulher com latinha sem querer

Waldemar Gonçalves e Amanda Bogo
Empresário de 40 anos chegou com rosto coberto à delegacia, onde presta depoimento (Foto: Amanda Bogo)Empresário de 40 anos chegou com rosto coberto à delegacia, onde presta depoimento (Foto: Amanda Bogo)

Foi identificado como Silvio Pereira José Terceiro, 40 anos, empresário, o homem responsável por atirar uma lata de cerveja contra o rosto de uma professora de 55 anos, durante discussão de trânsito na noite de sexta-feira (8), em Campo Grande. Até o fechamento deste texto, ele prestava depoimento ao delegado Daniel Rodrigues da Silva, da 5ª DP (Delegacia de Polícia).

Terceiro apresentou-se juntamente com o advogado José Roberto Rodrigues da Rosa, por volta das 16h30, com o rosto coberto, e não falou com a reportagem. O defensor dele alegou que seu cliente vem passando por problemas familiares e psicológicos, estes relacionados a drogas, que não estava bêbado no momento da discussão, não viu que atingiu a mulher no rosto e que a intenção era atingir o veículo, não o rosto dela.

A professora, ferida no nariz, é mãe da jornalista Lívia Machado, que na sexta usou o Facebook pedindo ajuda para identificar o motorista responsável pela agressão. Na ocasião, a polícia também foi procurada.

Conforme o advogado do empresário, ele não estava consumindo bebidas alcoólicas no momento da agressão, mas levava latas de cerveja no carro para beber na residência de um familiar. Tinha saído de casa após uma briga, contou Rosa.

Ainda de acordo com a versão apresentada pelo advogado, Terceiro estava com o vidro do carro fechado quando notou que, ao lado, sem razão alguma, a mulher o ofendia verbalmente. Ele, então, baixou o vidro e perguntou o motivo das ofensas.

Sem que a mulher cessasse os xingamentos, Terceiro disse ao advogado que atirou a lata contra o carro dela, sem a intenção de atingi-la. Em seguida, deixou o local – Avenida Ernesto Geisel próximo ao Shopping Norte Sul – sem perceber que havia atingido o rosto da professora.

O delegado disse que, após o depoimento do agressor, deve ouvir a professora até a próxima quinta-feira (14). Também espera o exame de corpo de delito feito na mulher para verificar os próximos encaminhamentos no caso.



Ela correu risco mesmo, mas o errado foi ele, e muita coisa muda a partir de atitudes de como essa.
Tanto é que a vergonha o fez dizer que a feriu sem querer.
Façamos denúncias sim de malfeitos de pessoas desconhecidas, as repreendamos sim, chamemos pessoas que estiverem próximas ao acontecido, para que façam coro.
Não nos acovardemos diante dos fatos.
Existem meios para não nos expormos, quem pensa que não, está enganado e pode ser surpreendido nas suas ações de vida alheia errada que acham que não podem ser incomodados por estranhos.
Não pensemos duas vezes.
Assim eles pensarão duas vezes.
Sei que não está defendendo o malfeito Mariana, mas não podemos nos acovardar.
Podemos nos proteger somente em alguns casos.
 
Adriano em 12/07/2016 17:05:13
O fato dela ser "mãe de jornalista" não dá a ela direito de se intrometer na vida alheia... Muito sem noção essa senhora, tanto que levou o que procurou.
 
Mariana Carvalho em 12/07/2016 14:18:33
"A professora, ferida no nariz, é mãe da jornalista Lívia Machado"
 
Comentarista em 12/07/2016 08:52:43
Não estou defendendo, nem justificando a ação do rapaz que atirou a lata. Ele estava errado por estar bebendo dirigindo, mas isso quem tem que julgar é a justiça. Mas, que isso sirva de lição à essa mulher, e a tantos outros que gostar de cuidar da vida alheia, e que daqui pra frente pense duas vezes antes de chamar a atenção de alguém que não conhece. E afinal, quem ela pensa que é pra chamar a atenção de um homem estranho e adulto? A dona da verdade? Tenho certeza que se estivesse no lugar dele teria agido da mesma forma já que também é toda esquentadinha...
 
Mariana Carvalho em 12/07/2016 08:45:21
unica coisa que eu não entendi é por que ele estaria com a lata de cervaja na mão se a estava levando para consumir em outro local e não no carro. Não é ilegal dirigir só com uma mão ao volante? O historia mal contada a desses dois hem!
 
Alex André de Souza em 11/07/2016 22:20:15
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions