A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

28/11/2014 09:02

Esposa de bombeiro morre após complicações no parto em maternidade

Renan Nucci

Katyane Mecutes Amaro de Souza, 32 anos, morreu no início da madrugada desta sexta-feira (28), depois de complicações durante o parto. Ela estava internada na Maternidade Cândido Mariano, em Campo Grande, teve agravamento no quadro clínico e precisou ser transferida para o Hospital do Pênfigo, onde chegou sem vida. O bebê foi socorrido e está em estado grave em outra unidade de saúde.

O caso foi registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) da Vila Piratininga como “morte a esclarecer”. De acordo com o boletim de ocorrência, a vítima, esposa de um sargento do Corpo de Bombeiros, deu entrada na maternidade por volta das 16h de ontem (27), com parto agendado para às 19h. Ela estava aparentemente bem, mas no ato do procedimento cirúrgico começou a ter complicações.

A bexiga estaria “colada” ao útero, o que dificultava a retirada do bebê. Katyane teve hemorragia e queda brusca na pressão arterial. A médica que a acompanhava desde o início da gestação avisou os familiares sobre o ocorrido, e disse que precisou entubá-la e transferi-la para o CTI (Centro de Terapia Intensiva) do Hospital do Pênfigo.

A gestante foi colocada em uma ambulância e cerca de 15 minutos depois chegou ao hospital com pressão zero. O médico que prestou atendimento chegou a realizar manobras de ressuscitação e aplicar medicações necessárias para estabilizar o quadro, mas sem sucesso. Katyane não resistiu e morreu. O bebê foi retirado e transferido para outra unidade de saúde, onde está internado em estado grave.

O corpo da mãe será submetido a exames que possam identificar as causas da morte. A equipe de reportagem tentou contato com a direção da maternidade, mas foi informada que não poderia ser atendida naquele momento.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions