A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

05/03/2015 09:31

Evangélica e esportista, estudante morta em briga queria ser dançarina

Renan Nucci e Ricardo Campos Jr.
Mãe da adolescente precisou ser medicada após descobrir morte. (Foto: Marcelo Calazans)Mãe da adolescente precisou ser medicada após descobrir morte. (Foto: Marcelo Calazans)
Tia exibe medalhas e troféu conquistados pela sobrinha. (Foto: Marcelo Calazans)Tia exibe medalhas e troféu conquistados pela sobrinha. (Foto: Marcelo Calazans)

Um crime banal, ocorrido no caminho da escola e dentro de um terminal de ônibus, interrompeu os sonhos da estudante Luana Braga Vilella, 16 anos, que queria ser dançarina profissional. Adepta do basquete e futsal, e integrante do grupo de dança de rua da Igreja Sara Nossa Terra, a adolescente foi morta a facadas ao tentar defender a amiga em uma confusão no Terminal Nova Bahia, em Campo Grande, na tarde de terça-feira (03). “Eu só fui separar a briga”, teria dito ela ao pai enquanto recebia atendimento médico, ainda consciente.

Amigos e familiares estão bastante abalados com o caso, mas durante velório na manhã desta quinta-feira (05), eles relataram as boas lembranças que a garota deixa – a mãe está sob efeito de medicamentos.

A namorada, Aline Flores, 15 anos, afirmou que o objetivo de Luana era se profissionalizar como dançarina de hip-hop. A vítima dançava há cerca de quatro meses, da mesma época em que conheceu Aline. “Eu a acompanhava em todas as apresentações”, disse a namorada, lembrando que no momento do crime, a esperava no Terminal General Osório. “Ela me ligou e disse que logo chegaria. Era uma pessoa protetora e só queria o bem”.

Rafaela Silva, 15, reforçou o lado protetor da amiga assassinada. “Ela tentou ajudar e não queria causar mais confusão. É difícil perder uma pessoa assim, que estava ali para proteger uma amiga”, completou.

A briga – O crime ocorreu no final da tarde de terça, testemunhado, entre outras pessoas, por uma amiga de 14 anos que preferiu não se identificar. A menor relatou que Luana estava com um grupo de colegas de escola e, ao descer do ônibus no Terminal Nova Bahia, flagrou a confusão. “Ela viu a amiga brigando e tentou separar”, explicou.

Velório de Luana foi repleto de homenagens. (Foto: Marcelo Calazans)Velório de Luana foi repleto de homenagens. (Foto: Marcelo Calazans)

Segundo apurado até o momento, a vítima tentou acalmar os ânimos das outras meninas envolvidas e recebeu um golpe de faca na barriga. A amiga que ela tentou defender também foi atingida no braço. O motivo do desentendimento seria ciúmes de um relacionamento homoafetivo entre duas adolescentes. A autora se apresentou ontem à polícia.

A família – O mestre de obras Odair Lemes Castro, 49 anos, lembrou dos tempos que segurou Luana no colo. Para ele, a sobrinha era muito carinhosa e sempre mandava mensagens positivas por meio do celular para todos os familiares. “A peguei no colo e sei que ela amava muito a gente. Luana expressava o que estava em seu coração. Era uma menina do bem”, relatou.

A irmã Yasmin Braga Villela, 15 anos, vai sentir falta das conversas confidenciais que elas tinham todas as noites antes de dormir, no quarto em que dividiam. “A lembrança que fica é de uma irmã carinhosa, companheira, alguém com que eu podia contar o tempo todo. Eramos bem próximas, até pela pouca diferença de idade”, disse.

O talento esportivo de Luana era uma de suas virtudes, mas a tia Inês Silva Vilella, 41 anos, técnica em enfermagem, diz que a bondade da sobrinha jamais será esquecida. “Menina carinhosa que sempre esteve ao lado da família”.

Luana foi vítima de uma briga dentro de terminal de ônibus (Foto: Facebook)Luana foi vítima de uma briga dentro de terminal de ônibus (Foto: Facebook)
Adolescente esfaqueada por colega de escola está em estado grave
A adolescente de 16 anos que foi esfaqueada por uma colega de escola, na tarde desta terça-feira (3), no Terminal Nova Bahia, na Avenida Cônsul Assaf...
Dois adolescentes de 16 anos são apreendidos com droga na rodoviária
Dois adolescentes de 16 anos foram apreendidos com droga durante a madrugada de hoje (3), no Terminal Rodoviário de Campo Grande. À polícia, uma meno...


Namorada?? Evangélica??
 
Rodrigo em 05/03/2015 10:19:53
Lamentável a perda de uma jovem assim tão precocemente e de saber que a segurança publica mais uma vez se faz ausente em locais de grande circulação , deixo meus pêsames á família e amigos e pergunto até qdo esta violência vai continuar nossa cidade está virando uma terra sem lei onde adolescentes vão á escola armados ta na hora da justiça fazer algo redução da maioridade penal melhoraria muito esses casos , a adolescente que matou essa jovem em liberdade e essa jovem só ficará na lembrança pois interromperam os sonhos e planos delas .
 
Dede em 05/03/2015 10:11:58
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions