A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 18 de Agosto de 2018

30/12/2011 20:11

Falta de remédio compromete tratamento de criança com dificuldade de crescimento

Viviane Oliveira

Mãe conta que o filho tinha idade óssea de uma criança de dois anos, depois do remédio o crescimento acelerou

Segundo o pai o remédio está em falta há 50 dias na Casa da Saúde. (Foto: Simão Nogueira)Segundo o pai o remédio está em falta há 50 dias na Casa da Saúde. (Foto: Simão Nogueira)

“De presente de ano novo quero um remédio que contribui para o crescimento do meu filho”, a frase resume o sofrimento de um pai que há 50 dias procura por um medicamento que está em falta na Casa de Saúde, em Campo Grande.

Segundo o homem que não quis ser identificado, o filho de 6 anos usa há um ano e sete meses Hormotrop - um remédio utilizado no tratamento de crianças com dificuldade de crescimento causados pela deficiência do hormônio de crescimento.

“A gente liga na Casa de Saúde todos os dias, eles falam que não tem previsão para chegar o medicamento. O meu filho precisa do remédio para continuar o tratamento”, afirma o pai.

A mãe disse que o garoto evoluiu bastante depois que começou a fazer uso do Hormotrop. “Ele não crescia antes da medicação. “O meu filho tinha idade óssea de uma criança de dois anos, depois do remédio o crescimento acelerou”, afirma a mulher.

Ela explica que a taxa de crescimento é maior durante o tratamento. “Estou preocupada porque hoje ele vai usar a última dose”, disse a mãe que o garoto precisa do remédio diariamente.

O tratamento em longo prazo é para crianças que apresentam problemas de crescimento devido à deficiência hormonal.

A mãe conta que o menino é medicado toda noite antes de dormir. “Quando acha que esqueci, ele pergunta mãe cadê o remédio”, disse.

O medicamento não é vendido em farmácia. Segundo a mãe, mesmo que fosse a família não tem condições financeiras para comprar.

Conforme ela, uma caixa de Hormotrop para 30 dias custa em torno de R$ 2 mil. Em contato com a Casa de Saúde o Campo Grande News foi informado que a farmacêutica responsável pelo setor não estava e só retornaria na segunda-feira.



Acabar o medicamento no final de ano, e ainda divulgar que há um "único" laboratório ficativa credenciado a produzir tal medicamento, realmente não é uma justificativa plausível. Já registrei esta demanda no Site dos políticos, principalmente dos deputados federais, pois assim, estou exercendo meu direito enquando cidadão e pai de uma criança de oito anos, que acerca de 15 dias está s/medicamento.
 
Evandro Freo em 05/01/2012 09:07:43
É uma vergonha isso!!! Será que se ocoresse com o filho(a) de políticos ou funcionários da secr. de saúde estaria nesta situação? Pelo amor de Deus, pensem que isso pode comprometer o desenvolvimento correto de uma criança, uma sequela lamentável, propiciada por burocracia, incompetência e preguiça em resolver esse caso. Isso tem que ser amplamente divulgado!!!
 
Luiz Pedro Cortez em 31/12/2011 07:38:55
eu tabem estou a espera deste medicamento pois minha filha toma ha 2anos , temos ficar ligando todos os dias apartir de segunda feira dia 02 de janeiro de 2012, vamos tomar providencias , nao podemos mais esperar.
 
marcia machado em 31/12/2011 04:33:09
Meu filho tb usa o medicamento. Fazem 3 semanas que não recebe a dose. Em uma das vezes que liguei na Casa da Saúde, um funcionário informou que o medicamento já foi comprado, mas foi apreendido pela Anvisa. Provavelmente é um caso de burocracia. Enquanto isso, o tratamento que estava indo muito bem (ele já cresceu mais de 30 cm desde 2009) está interrompido. Não sei quais conseqüências pode haver
 
Monica Lopes em 31/12/2011 01:02:06
Vergonha!!!
 
albano coimbra em 30/12/2011 11:45:10
Campo Grande News!! De olho neste caso e peço que acompanhem mais um absurdo mantendo toda população campo-grandense informados do "uso" das verbas arrecadadas.
 
albano coimbra em 30/12/2011 11:44:28
O meu filho tb usa diariamente este hormônio e não toma desde o dia 6 de dezembro (portanto, 24 dias até hj). Ligo na casa da saúde e eles falam que está em falta, não informando o motivo da falta do medicamento e tão pouco a previsão de chegada. O tratamento está interrompido há mais de 3 semanas. Quanta arrecadação para as festas natalinas e tantas outras obras. E a SAÚDE???????????????????????
 
albano coimbra em 30/12/2011 11:42:41
Como pode isso acontecer,,,,só porque é final de ano, a direção da casa da saude, não se preocupa com os pacientes em tratamento????? é um absurdo.
 
vania ney em 30/12/2011 11:23:34
A situação da minha filha é pior, já tem 35 dias que ela está sem tomar a medicação, ja perdi a conta de quantas vezes fui e liguei na casa da saúde, mas eles dizem que está em falta. É uma pena gostaria muito que papai noel desse esse presente pra ela, pois eu infelizmente nao tenho mais o que fazer.
 
Adriano Lima em 30/12/2011 11:03:38
A criança desfrutará de todos os direitos enunciados nesta Declaração. Estes direitos serão outorgados a todas as crianças, sem qualquer excepção, distinção ou discriminação por motivos de raça, cor, sexo, idioma, religião, opiniões políticas ou de outra natureza, nacionalidade ou origem social, posição económica, nascimento ou outra condição, seja inerente à própria criança ou à sua família.

Princípio II - Direito a especial proteção para o seu desenvolvimento físico, mental e social.
A criança gozará de protecção especial e disporá de oportunidade e serviços a serem estabelecidos em lei e por outros meios, de modo que possa desenvolver-se física, mental, moral, espiritual e socialmente de forma saudável e normal, assim como em condições de liberdade e dignidade. Ao promulgar leis com este fim, a consideração fundamental a que se atenderá será o interesse superior da criança.
 
JHAMALL RODRIGUEZ em 30/12/2011 10:02:59
Mãe seja insistente vá até a Casa de Saúde terça feira exija pois é um direito nosso de todo e qualquer cidadão. Já atravessei situação semelhante com meu esposo que é transplantado de fígado e não pode ficar também sem a medicação por risco de rejeição e lutamos a ponto dele ligar chorando para a Secretária de saúde a epoca e eles tiveram compaixão e providenciaram. Lute pelo que é seu, é nosso.
 
laura lacerda ferreira da silva em 30/12/2011 10:00:53
Esse medicamento não é uma vacina!!! É um hormônio sintético utilizado quando a criança não produz hormônio do crescimento suficiente pra crescer normalmente.
 
eline nozzella em 30/12/2011 08:20:39
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions