A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

16/01/2015 19:34

Família de idoso morto em atropelamento no Jardim Leblon "clama" por justiça

Alan Diógenes
Acusado conduzia um Fiat Palio quando atropelou o idoso. (Foto: Marcos Ermínio)Acusado conduzia um Fiat Palio quando atropelou o idoso. (Foto: Marcos Ermínio)

A família do barbeiro Sérgio Antônio da Silva, de 79 anos, que morreu atropelado na Rua Potiguaras, no Jardim Leblon, em Campo Grande, no dia 7 do mês passado, está revoltada com a impunidade e "clama" por justiça. O condutor do veículo que atropelou o idoso se apresentou um dia depois do ocorrido na 6ª DP (Delegacia de Polícia Civil), disse ter sofrido um mal súbito no momento do acidente e foi liberado.

O filho da vítima, o bombeiro Carlos Sérgio da Silva, disse que não acredita na versão apresentada pelo acusado de matar seu pai. “A Justiça acabou dando ao rapaz a oportunidade de liberdade pelo crime que ele cometeu. Ele fugiu sem prestar socorro e disse que passou mal, mas como uma pessoa que passa mal no volante consegue sair do local, como ele saiu”, comentou.

Carlos, que está no Estado de São Paulo dando apoio a mãe, falou que a família ainda está muito abalada pelo o que aconteceu. “Ainda estamos nos recuperando do ocorrido. O que mais marcou foi a forma trágica que meu pai morreu e a impunidade. O que mais incomoda é não conseguir comprovar o que realmente aconteceu”, destacou.

Conforme a delegada que cuida do caso, Cristiane Grossi, o acusado foi indiciado pelo crime de homicídio culposo, sem intenção de matar, na direção de veículo automotor. Após se apresentar, o acusado deixou a delegacia para responder pelo crime em liberdade. A delegada afirmou que ouviu outras testemunhas sobre o caso.

Caso - O idoso foi atropelado em frente à sua residência. O motorista do automóvel envolvido no acidente se evadiu do local. Testemunhas afirmaram que o carro transitava pela via, quando se descontrolou, subiu na guia e invadiu a calçada, atingindo a vítima que não resistiu aos ferimentos e morreu. O motorista estacionou o veículo a cerca de 150 metros do local, trancou as portas e fugiu a pé.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions