A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

29/03/2013 17:28

Fiéis acompanham Celebração da Paixão nesta sexta-feria santa

Jéssica Benitez e Mariana Lopes

Durante a Celebração da Paixão, nesta sexta-feira santa, o principal pedido era que os cristãos presentes refletissem sobre o significado e a representatividade que tem a morte de Jesus Cristo. “Foi pela cruz que a morte de Jesus aconteceu para nos salvar”, reforçou o diácono Bruno Capistrano.

A celebração, tradicional da Igreja Católica, é feita para recordar os últimos momentos antes de Jesus ser crucificado. O rito segue três momentos: liturgia da palavra, adoração da cruz e comunhão litúrgica. A leitura do evangelho de João é indispensável, pois conta toda a Paixão de Cristo, desde o momento em que o Salvador foi julgado até a crucificação.

Presidida pelo arcebispo Dom Dimas na Catedral de Santo Antônio, a celebração ocorreu em todas as outras paróquias de Campo Grande simultaneamente às 15h. “Conforme a bíblia este é o horário da morte de Jesus”, explicou o arcebispo. A sexta-feira santa é um dia de reflexão, silêncio e confissão para os católicos e, por isso, a cerimônia seguiu silenciosamente, com poucos cânticos, porém repleta de emoção.

O principal elemento do cenário foi carregado por quatro ministros da eucaristia. A cruz foi lavada pelo corredor central coberta por um tecido vermelho e conduzida até o altar onde estava Dom Dimas. Lá o arcebispo tirou a batina, o crucifixo e os sapatos, em seguida caminhou até a cruz retirou o tecido e a beijou. Honrando o instante de ápice, os fiéis se direcionaram a cruz e repetiram os gestos do arcebispo.

O diácono Bruno, explicou que hoje é o único dia que a igreja católica adora a cruz porque relembra que Jesus Cristo sacrificou sua própria vida para nos salvar. Para a aposentada Odete Marques de 75 anos, a cruz representa a fé em acreditar que Jesus morreu para salvação da humanidade.

“Mas o importante é lembrar que Ele ressuscitou e é um Deus vivo”, resumiu a fiel. Ela considera, também, que hoje é um dia de luto para o povo cristão. Ainda nesta sexta-feira santa as celebrações continuam. Às 17:30h, na própria Catedral de Santo Antônio, ocorre o Terço da Misericórdia. Logo mais às 18h será a encenação da Via Sacra.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions