A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

25/08/2015 10:54

Gaeco vai dar detalhes sobre operação em entrevista coletiva às 15h

Luana Rodrigues e Antonio Marques
O coordenador do Gaeco, Marcos Alex Vera de Oliveira, é quem vai dar detalhes sobre a ação de hoje. (Foto: Fernando Antunes)O coordenador do Gaeco, Marcos Alex Vera de Oliveira, é quem vai dar detalhes sobre a ação de hoje. (Foto: Fernando Antunes)

As informações completas sobre a operação Coffee Break, deflagrada na manhã desta terça - feira(25) pelo Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado) , só serão reveladas às 15h, em uma entrevista coletiva, na Procuradoria Geral de Justiça.

Conforme a assessoria de imprensa do MPE (Ministério Público Estadual), participarão da coletiva o procurador geral de Justiça, Humberto de Matos; o coordenador do Gaeco, Marcos Alex Vera de Oliveira; e o procurador responsável pela Operação "Lama Asfáltica", Thales Franklin Souza. Os três vão dar detalhes sobre os envolvidos e a motivação da operação.

Nesse momento, os envolvidos estão prestando depoimento na sede do Gaeco. Enquanto os suspeito é ouvido, os outros aguardam reunidos em uma sala de espera.

Coffee Break - O Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado) deflagrou nesta terça-feira a operação Coffee Break em Campo Grande. Os alvos da ação são nove vereadores, um ex-vereador e três empresários. Foram cumpridos 17 mandados de busca e apreensão, além do afastamento do Prefeito Gilmar Olarte(PP) e do presidente da Câmara Municipal da Capital, Mário Cesar de Oliveira(PMDB).

Olarte e Mario Cesar estão proibidos de aproximar-se das dependências do poder público municipal. O afastamento é por tempo indeterminado ou até a conclusão da investigação do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado).

Entre os envolvidos estão os empresários João Amorim (Proteco), João Baird (Itel Informática) e Fábio Portela Machinski; os vereadores Mario Cesar, Edil Albuquerque (PMDB), Airton Saraiva (DEM), Waldecy Batista Nunes, o Chocolate (PP), Carlos Augusto Borges, o Carlão (PSB), Edson Shimabukuro (PTB), Paulo Siufi (PMDB), Eduardo Romero, Flavio Cesar e Otávio Trad, do PTdoB, Gilmar da Cruz (PRB); e do ex-vereador Alceu Bueno.

Lama asfáltica - Operação Lama Asfáltica foi deflagrada no dia 9 de julho deste ano. As investigações feitas pela Polícia Federal, CGU (Controladoria Geral da União), Receita Federal e MPF (Ministério Público Federal) apontaram para a existência de um esquema de corrupção de servidores públicos e fraudes em licitação.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions