A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

31/08/2016 11:40

Governador de SP vem para MS testar vacina brasileira contra a dengue

A imunização produzida pelo Instituto Butantan será posta a prova em outras 13 cidades

Chloé Pinheiro
Larvas do aedes aegypti, agente transmissor da dengue. (Foto: Marcos Ermínio)Larvas do aedes aegypti, agente transmissor da dengue. (Foto: Marcos Ermínio)

O Governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), estará em Campo Grande na próxima quinta-feira (01) para dar início aos testes na cidade para a vacina nacional contra a dengue. O produto, desenvolvido pelo Instituto Butantan, no estado paulista, é estudado há anos, e promete baratear o custo das vacinas particulares que chegaram ao mercado este ano. 

Estarão presentes para o começo dos testes o diretor do Instituto Butantan, Jorge Kalil, e o Secretário de Estado de Saúde de São Paulo, o infectologista David Uip. O evento será realizado na UBS (Unidade Básica de Saúde) do Coophavilla 2. 

Essa etapa, a última de um longo processo, servirá para comprovar a eficácia da vacina contra a doença que dá dor de cabeça (e febre, e dor no corpo, e manchas vermelhas...) nos brasileiros todos os anos.

Mais de 17 mil voluntários no país serão testados. Do total, um terço recebe um placebo, que é uma espécie de "sósia" do remédio de verdade, mas sem efeito nenhum, e dois terços recebem a vacina propriamente dita. Para garantir a eficácia, nenhum dos grupos sabe qual das duas versões está tomando. 

O Butantan espera que uma proteção de até 90% contra a doença seja garantida com apenas uma dose -- diferente das três que são necessárias hoje nas versões particulares. Ela é produzida com uma versão atenuada dos vírus e blinda contra quatro subtipos do micro-organismo. 

 

 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions