A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

19/08/2011 18:42

Homem procura Centro de Defesa dos Direitos Humanos para denunciar descaso em hospital

Viviane Oliveira

Leitor registra imagens para mostrar lotação e pacientes nos corredores da Santa Casa de Campo Grande

Clemente Gonçalves de Oliveira, 26 anos, procurou o CDDH (Centro de Defesa dos Direitos Humanos) na tarde desta terça-feira (19) para fazer valer o estatuto do idoso.

Sua mãe, Darcy Gonçalves de Oliveira, 66 anos, fraturou o antebraço em uma queda e aguarda desde às 9 horas da última terça-feira (16) por uma cirurgia na Santa Casa de Campo Grande.

De acordo com Clemente, a informação do hospital é de que o setor de ortopedia do hospital está com as três salas de cirurgias ocupadas. “A enfermeira disse que tem gente aguardando desde o dia 14 por uma cirurgia”, lamenta.

Clemente registrou imagens do corredor, ele afirma que aproximadamente 40 pessoas esperam por atendimento. “Eu ligo lá eles falam que não tem previsão de atendimento, a preferência são para os casos de emergência".

Segundo o rapaz, sua mãe sente muita dor, é hipertensa e está muito debilitada.“A única coisa que eu quero é que definem o dia da cirurgia, ou liberam a minha mãe para comer”.

Conforme o presidente do CDDH (Centro de Defesa dos Direitos Humanos Marçal de Souza), Paulo Ângelo, foi feito um termo que será repassado na segunda-feira (22) para o MPE (Ministério Público Estadual).

“A Nossa preocupação é com a idade, ela não pode ficar abandonada no corredor sem saber que dia será atendida”.

Clemente disse que foi procurar o CDDH porque não sabe mais a quem recorrer. “Nós precisamos de ajuda”, lamenta.

O diretor presidente da junta interventora que administra a Santa Casa, Issam Moussa, não foi localizado para falar sobre o assunto. Veja o vídeo.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions