ACOMPANHE-NOS    
DEZEMBRO, SEGUNDA  06    CAMPO GRANDE 29º

Capital

Homem que invadiu funerária e tentou matar namorado da ex é condenado a 8 anos

Condenação ocorreu também por atingir um cliente. Pena deverá ser cumprida em regime fechado

Por Mirian Machado | 21/09/2021 15:39
Cópia da CNH de Wellington Barbosa, entregue à polícia, em 2017. (Foto: Campo Grande News/Arquivo)
Cópia da CNH de Wellington Barbosa, entregue à polícia, em 2017. (Foto: Campo Grande News/Arquivo)

Wellington Barbosa de Almeida, 28 anos, acusado de tentar matar o namorado da ex-mulher e ferir cliente de funerária “por engano”, em 2017, foi condenado a 8 anos durante julgamento que aconteceu pela 1ª Vara do Tribunal do Júri nesta terça-feira (21), em Campo Grande.

O julgamento por tentativa de homicídio doloso qualificado pelo motivo fútil e por emboscada, iniciou às 8h. O Conselho de Sentença afastou as teses da defesa de tentativa de homicídio privilegiado e afastamento das qualificadoras.

Wellington foi condenado a 8 anos e 2 meses de reclusão em regime fechado.

Atirador está com capacete no braço enquanto atira nas pessoas. (Foto: Reprodução vídeo das câmeras de segurança)
Atirador está com capacete no braço enquanto atira nas pessoas. (Foto: Reprodução vídeo das câmeras de segurança)

Em julho desse ano, o autor foi novamente preso, após passar mais de um ano sem comparecer mensalmente em juízo. Ele havia ganhado o direito de responder ao processo livre, em fevereiro de 2019.

Após constatação, teve prisão decretada novamente. Por meio dos advogados, ele já tentou voltar à liberdade, mas todos os pedidos foram negados. O último “não” veio da 3º Câmara Criminal, no dia 9 deste mês, conforme publicado no Diário Oficial da Justiça.

O crime - Wellington Barbosa de Almeida, à época com 24 anos, invadiu a Pax Real do Brasil, localizada na Avenida Bandeirantes, em Campo Grande, e baleou o atual namorado da ex-mulher, além de ferir um cliente da funerária. Tudo aconteceu no início da manhã do dia 1º de dezembro de 2017, uma sexta-feira.

Conforme testemunhas, Douglas Nogueira e a namorada, Valéria da Silva Fernandes, chegavam para trabalhar na Pax, quando foram surpreendidos pelo homem. Os dois correram para a recepção e o autor foi atrás atirando e atingiu Douglas. Depois, fugiu de motocicleta.

Douglas foi baleado no abdômen. A outra vítima, Severiano Medina, 56 anos, foi ferido no braço. Os dois foram socorridos pelo Corpo de Bombeiros e Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e levados para a Santa Casa.

Dias depois, Wellington se apresentou à polícia e confessou a dupla tentativa de homicídio. Ele disse que a foto de um beijo de sua ex-mulher, com quem viveu por 3 anos e teve um filho, com Douglas, foi o estopim de um crime premeditado.

Após comprar uma arma por R$ 800, ele foi até a funerária, esperou a ex-mulher chegar junto com o namorado e perseguiu os dois atirando.

Bombeiros e Samu atendendo uma das vítimas baleadas. (Foto: Campo Grande News/Arquivo)
Bombeiros e Samu atendendo uma das vítimas baleadas. (Foto: Campo Grande News/Arquivo)


Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário