ACOMPANHE-NOS    
JULHO, QUINTA  29    CAMPO GRANDE 10º

Capital

Hospital de Câncer adia cirurgia e jovem volta com frustração e dor para a casa

Paciente relata que a barriga não para de crescer e tem quadro de febre, dor e vômito

Por Aline dos Santos | 22/03/2021 12:15
"Esse é o tamanho que está minha barriga", mostra Luana, que teve cirurgia adiada.
"Esse é o tamanho que está minha barriga", mostra Luana, que teve cirurgia adiada.

“Deus proverá”. A frase que exibe no status do WhatsApp mostra a crença de Luana Raissa Moreira Ferreira, 22 anos, no divino enquanto a cirurgia para retirada de tumor no ovário não se concretiza. Hoje, foi ao Hospital de Câncer de Campo Grande Alfredo Abrão para se internar e passar pelo procedimento cirúrgico na quarta-feira (dia 24), mas voltou para a casa com a frustração.

“A internação era hoje para começar a tomar anticoagulante por causa da trombose pulmonar. Mas o médico não vai atender essa semana porque diz que está doente”, afirma a jovem, que retornou ao bairro Alves Pereira.

Ela relata que a barriga não para de crescer e tem quadro de febre, dor, vômito e diarreia. “Só Deus sabe a minha situação”, conta Luana, que tem um filho de dois anos.

A paciente conta que descobriu o câncer em junho do ano passado e fez cirurgia em 22 de julho no HU (Hospital Universitário). A doença voltou no outro ovário. Primeiro, a cirurgia no Hospital de Câncer seria em 24 de fevereiro. “Mas o médico desmarcou porque precisava de exames. Para acelerar, fiz tudo no particular e gastei R$ 900”, diz Luana.

Na sequência, a cirurgia seria realizada na próxima quarta-feira. O Hospital de Câncer  informou que a operação foi remarcada para 31 de março, mas não respondeu se o procedimento poderia ser realizado por outro profissional. Ainda conforme o hospital, a paciente foi devidamente informada sobre o reagendamento e declarou ciência da informação.

Luana, por sua vez, afirma que foi alertada por uma funcionária de que o procedimento só será feito se o médico se recuperar até a próxima semana.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário