A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

30/11/2012 18:57

Inadimplência de alguns condôminos deixa bloco inteiro sem água por dois dias

Condomínio na Tamandaré tem dívida que chega próximo dos R$ 3 mil

Helton Verão
Condomínio tem quatro blocos com uma fatura sendo gerada em cada um. (Foto: Rodrigo Pazinato)Condomínio tem quatro blocos com uma fatura sendo gerada em cada um. (Foto: Rodrigo Pazinato)

A inadimplência de alguns moradores do condomínio Pousada Tamandaré, na avenida Tamandaré, tem causado transtornos para todos condôminos, que nesta semana ficaram dois dias sem água, pela falta de pagamento da taxa que é utilizada para o pagamento da conta (que é unitária) e também da limpeza.

“Tive que ir tomar banho na casa de uma prima minha aqui perto quando ficamos sem água” conta a senhora Adelina Queiroz, de 66 anos.

A revendedora que mora no condomínio há quase dois anos lamenta o ponto que a situação chegou. “Devia ser individual, assim cada um se virava com sua conta”, completou.

A síndica explica tem enfrentado muito problemas com o pagamento da taxa de condomínio, muitos moradores estão inadimplentes, alguns já estão até seis meses sem pagar. “Tem morador que se mudou para cá em maio, pagou só até junho e não pagou mais. Aí junta com outros que estão há dois, três meses, complica muito. Já negociamos, renegociamos e agora chegou ao ponto do corte”, indaga a síndica Sônia Cavalcante, de 53 anos.

Sônia tem distribuído avisos pelo condomínio fazendo apelo para que os devedores quitem suas dívidas, mas a própria se diz pessimista com o pagamento e já planeja outras ações. “Ficamos sempre pela cabeça ou o coração, agi por muitas vezes com o coração, mas está na hora de agir com a cabeça, terei que acionar a justiça”, avisa a síndica.

O Campo Grande News consultou com o advogado especialista em Direito Civil, Rodrigo Paiva, sobre quais as medidas que podem ser tomadas em casos como da Pousada Tamandaré.

“É recomendado em casos como este adotar medidas de conscientização e esclarecimento quanto a importância e necessidade de se pagar a taxa de condomínio no prazo estabelecido, caso se mantenha inadimplência é recomendado aplicar multa de até 500% ao devedor ou ainda, recorrer ao judiciário para salvaguardar seus direitos por meio de ação de cobrança, sempre prejudicial para o condômino inadimplente que, além do valor principal do débito, acrescido de juros e multas,terá de arcar com custas processuais e honorários advocatícios” recomenda Paiva.

Segundo Paiva, a solução na justiça pode ser buscada tanto pela via especial, por meio dos Juizados Especiais e também na Justiça Comum. Caso se mantenha o imbróglio da dívida, o dono do imóvel será responsabilizado pela dívida.

O condomínio da Tamandaré é dividido em quatro blocos, em cada um é gerada uma fatura de água. Segundo a síndica o valor da dívida está chegando á quase 3 mil reais. O valor da taxa de condomínio é de R$ 130 reais, incluso água, iluminação externa e limpeza. Nos próximos dias será convocado uma reunião com os condôminos para um novo pedido de conscientização.

Homem foge de briga, se envolve em acidente e acaba agredido por moradores
Flávio Guimarães Fernandes, 39 anos, foi confundido com ladrão e agredido por moradores após se envolver em acidente. O caso aconteceu na madrugada d...
Sesau e SES recolhem quase 10 toneladas de lixo no Jardim Noroeste
A ação de recolhimento de lixo realizada em casas e terrenos baldios no Jardim Noroeste - bairro localizado na regiões leste de Campo Grande - somou ...
Apae recebe doação de brinquedos da campanha Compartilhe o Natal
Foi iniciado nesta segunda-feira (11) a entrega de brinquedos arrecadados na campanha "Compartilhe o Natal", realizado pelo Ministério Público Estadu...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions