A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

15/09/2013 12:12

Incêndio destrói cooperativa criada após desativação do lixão na Capital

Aliny Mary Dias e Elverson Cardozo
Chamas começaram por volta das 11 horas deste domingo (Foto: Marcos Ermínio)Chamas começaram por volta das 11 horas deste domingo (Foto: Marcos Ermínio)

Um incêndio de grandes proporções atinge a estrutura da UPL (Usina de Processamento de Lixo) no bairro Dom Antônio Barbosa em Campo Grande. As chamas começaram por volta das 11 horas deste domingo (15) e dois galpões já foram atingidos.

O Corpo de Bombeiros foi chamado por moradores da região que avistaram as chamas em um matagal próximo da usina, composta por ex-catadores do antigo lixão da Capital, desativado no fim do ano passado.

Três viaturas de combate a incêndio e outras duas de resgate estão no local. Além dos materiais, o maquinário da usina também foi atingido pelo fogo. Os militares trabalham no combate às chamas e o objetivo é resfriar todo o material para evitar que o incêndio se alastre.

Segundo os catadores, o terreno possui quatro barracões e muitos equipamentos. Informações ainda não confirmadas pelos bombeiros dão conta que catadores estariam intoxicados com as chamas. Até o momento, ninguém foi socorrido pelos militares.

Para tentar salvar o que ainda não foi totalmente consumido, algumas pessoas se arriscam e entram na área para retirar sacos com materiais recicláveis de dentro dos barracões. A Polícia Militar já foi chamada para conter os trabalhadores.

Um dos moradores da região, Silvio Lei Pereira, conta que vários catadores afirmam ter visto dois homens colocarem fogo em uma área próxima da usina. Ainda não há informações sobre o princípio das chamas.

UPL – A Usina de Processamento de Lixo teve as atividades iniciadas no dia 11 de setembro de 2012, há pouco mais de um ano. A ação foi o primeiro passo para a desativação do antigo lixão que teve as atividades suspensas em dezembro de 2012. Umada principais aquisições foi a esteira de separação, que agora é destruída pelo fogo.

Todo o material reciclável é oriundo dos LEV (Locais de Entrega Voluntária) e da coleta seletiva nas residências.

Moradores ajudam no combate ao incêndio (Foto: Marcos Ermínio)Moradores ajudam no combate ao incêndio (Foto: Marcos Ermínio)


Caramba o pessoal já vive em uma situação terrível e ainda acontece isso.
 
jose carlos em 16/09/2013 09:14:30
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions