A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 13 de Outubro de 2019

11/04/2013 09:44

Instituições de caridade receberão material de construção produzido por presos

Francisco Júnior

Instituições de caridade de Campo Grande irão recebe material de construção produzido por detentos do Centro Penal Agroindustrial da Gameleira.

A ideia partiu o juiz titular da 2ª Vara de Execução Penal de Campo Grande, Albino Coimbra Neto, em visita ao Hospital Nosso Lar. Na entidade, ele lançou o projeto “Calçamento Social”.

A ideia do projeto, afirma o juiz, surgiu de uma constatação de que “a tão almejada ressocialização do preso só é atingida por meio do trabalho, quanto mais o trabalho social”. Aliás, cita o magistrado, “o próprio preso demonstra interesse em prestar esse tipo de trabalho, pois é uma forma de se restabelecer perante a sociedade de maneira digna”.

O projeto “Calçamento Social” se tornou possível em razão da instalação de uma fábrica de pisos em concreto, a Ouripiso, no presídio da Gameleira, que funciona de segunda a sexta-feira. Dessa forma, os presos trabalharão voluntariamente aos sábados e domingos e toda a produção desses dias será doada para as instituições de caridade. A instalação do calçamento também será feita com mão de obra dos detentos.

O dinheiro para a aquisição do material (areia, pedra e cimento) para a produção dos pisos virá do salário dos próprios detentos, isto porque um percentual do salário dos presos será destinado para esse fim.

Dessa maneira, o projeto será custeado, produzido e executado pelo preso. A primeira entidade contemplada será o Hospital Nosso Lar que ocupa uma quadra e seu entorno não tem calçamento.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions