A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

22/11/2015 12:21

Internautas mobilizam redes sociais e arrecadam donativos para cidades mineiras

Flávia Lima

A tragédia que se abateu sobre as cidades de Mariana e Governador Valadares, depois que uma barreira da mineradora Samarco se rompeu, destruindo o Rio Doce e inviabilizando o consumo de água potável em várias regiões mineiras, tem mobilizado internautas de Campo Grande, que através das redes sociais vem procurando despertar o espírito de união, especialmente entre os jovens.

Uma das páginas mais recentes, é a “Solidariedade Mariana e Governador Valadares”, criada pela estudante de Pedagogia, Luana Alves, que em menos de uma semana já conseguiu arrecadar 150 litros de água.

A estudante conta que teve a ideia a partir do atentado terrorista que matou mais de 100 pessoas em Paris, há uma semana. “Não adianta colocar foto colorida se aqui a gente não fizer nada”, disse. Ela acredita que antes do atentado a população não estava tão atenta a tragédia das cidades mineiras, atingidas pela lama com rejeitos de minério, que já está chegando ao Espírito Santo. O incidente aconteceu dia 5 de novembro.

Em sua página, ela pede as doações de galões ou garrafas de água de qualquer tamanho. Luana entrou em contato com coordenadores de campanhas em Minas, para saber para onde e qual o melhor meio para enviar as doações.

Como o envio é o mais complicado do processo, ela se uniu a outras três pessoas que também mantém campanhas virtuais. “Vamos arrecadar primeiro, depois pensamos em uma maneira. Nem que seja para dividirmos os gastos de uma transportadora”, diz

Enquanto recebe os galões e garrafas, que podem ser doados até dia 30, ela já providenciou a remessa da primeira semana da campanha. Em contato com integrantes do movimento MS Drum, formado por bateristas, ela conseguiu que seus donativos sejam enviados junto com as doações arrecadadas pelos músicos, que também estão trabalhando em prol das famílias mineiras que moram nas cidades atingidas.

O grupo fará um ensaio geral na Praça do Papa, nesta segunda-feira (23), a partir das 17 horas e a praça servirá como ponto de arrecadação para as famílias desabrigadas. O evento, que acontece anualmente, reúne bateristas que fazem ensaios a céu aberto na cidade.

Segundo Luana, o transporte dos donativos será pago por dois vereadores da Capital. “Nós também mandamos um ofício para a Base Aérea, mas precisaríamos ter uma grande quantidade de donativos para que eles enviassem”, ressalta.

Ainda de acordo com a estudante, os internautas que criaram campanhas virtuais estudam montar um ponto de arrecadação de água mineral em alguma praça ou parque da Capital, nos próximos dias, para receber doações da população.

Além de Luana, o movimento é coordenado também pela Analista de Suportes, Laís Gasparetto Triches. “Estamos em contato com várias pessoas que também criaram campanhas a parte para nos juntarmos e enviar todo o material doado de uma vez, toda ajuda será bem-vinda”, diz Luana.

Quem quiser fazer doações, o contato da estudante é através da página

www.facebook.com/profile.php id=100006117338969&fref=nf ou pelo Whatsapp (67) 9307-8871.

Brinquedos feitos por detentos são doados para crianças em escola
Parceria feita entre a a Semed (Secretaria Municipal de Educação) e a Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário) garantiu ne...
Falta de pagamento faz prefeitura suspender hemogramas na rede pública
A falta de pagamento para um fornecedor de insumos fez com que a prefeitura de Campo Grande suspendesse a partir desta quarta-feira (13) a realização...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions