A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

20/07/2016 17:51

Jovem confessou assassinato a mototaxista; Victoria levou 3 tiros

Thamara Arguelho teria matado por ciúmes da vítima com rapaz com quem as duas tinham relacionamento

Anahi Zurutuza e Guilherme Henri
Thamara está foragida e polícia a procura dela (Foto: Reprodução/Facebook)Thamara está foragida e polícia a procura dela (Foto: Reprodução/Facebook)

Thamara Arguelho de Assis, 21, confessou que matou Victoria Correia Mendonça, de 18 anos, ao mototaxista que a levou do local do crime. A informação foi dada pelo profissional, que se apresentou voluntariamente na 7ª Delegacia de Polícia de Campo Grande. Ele é a peça chave da investigação.

As duas teriam se relacionado com um mesmo rapaz e Thamara, segundo informaram familiares dela à delegada Rozely Dolor Galego, responsável pelo caso, está grávida dele. O homicídio, que aconteceu na madrugada dessa terça-feira (19), teria sido motivado por ciúmes.

Segundo a delegada, Thamara chamou o mototáxi assim que chegou à casa da rival. Quando o mototaxista parou ao local, as duas ainda estavam discutindo. Ele revelou à polícia que ficou um pouco distante, esperando e debruçou sobre a moto. “Ele afirma que não viu os disparos, mas ouviu os estampidos e logo em seguida Thamara foi até ele correndo, pedindo para sair dali”, contou Rozely.

Sem entender o que tinha acontecido, o profissional diz que arrancou com a moto. Thamara pediu para deixá-la em um endereço no bairro Portal Caiobá – na região sudoeste da Capital, mas no meio do caminho confessou ao mototaxista que tinha matado Victoria.

Victoria morreu com um tiro na cabeça (Foto: Reprodução/Facebook)Victoria morreu com um tiro na cabeça (Foto: Reprodução/Facebook)

Laudos e investigação – Os resultados da perícia no local do crime e da análise necroscópico já estão nas mãos da delegada. Victoria levou três tiros, mas o disparo fatal foi na cabeça, constatou o médico legista.

A delegada preferiu não dizer se sabe onde Thamara estaria escondida. A polícia ainda está à procura da suspeita.

Rosely revelou ainda que para encerrar as investigações precisa encontrar Thamara e a arma usada para atirar na cabeça de Victoria.

A jovem de 18 anos foi morta na rua Luiz Bento, na Vila Popular – região oeste de Campo Grande.



Gostaria de saber pq esse mototaxista não levou a uma autoridade após saber da boca dela que matou uma pessoa , ou então após largar ela não foi avisar a policia sobre o crime etc , na boa ele cometeu um erro grave ou até mesmo conhecia a homicida etc , tem que ser responsabilizado , porque qualquer cidadão pode prender outro mediante um crime .agora ir no outro dia dizer que largou ela em tal lugar de que adianta se passando tanto tempo , investiga que tem angu neste caroço.
 
JEFF em 20/07/2016 19:04:57
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions