A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

22/08/2012 12:38

Jovem que matou adolescente de 16 anos diz que tiro foi acidental

Viviane Oliveira

Rahel Moyons Santos Gonçalves, de 18 anos, acusado de balear na cabeça Erivelton Iniesta Pereira da Silva, de 16 anos, disse que o disparo foi acidental. Ele está preso na Derf (Delegacia Especializada de Roubos e Furtos) por porte ilegal de arma de fogo, um revólver calibre 38, segundo a Polícia a mesma que matou Erivelton.

A vítima foi baleada na cabeça na noite de sábado (11) na rua Serra Azul, na região do bairro Tijuca. Após ser atingido, o adolescente foi encaminhado para o posto de saúde. De lá foi transferido para a Santa Casa, onde morreu por volta das 8h25 da última quinta-feira (16).

De acordo com o delegado da 6ª Delegacia de Polícia, Valmir Moura Fé, Rahel foi preso no último dia 14 na rua Joaquim Cesar Neto, no bairro Mata do Jacinto.

Ao ser questionado sobre o homicídio, ele disse que no dia do crime havia bebido muito com os amigos, entre eles a vítima, em frente à residência de um colega, quando sem querer apertou o gatilho.

Depois de atirar, afirma o suspeito, escondeu o revólver embaixo de uma pedra no fundo de sua casa. Além da arma, duas munições foram apreendidas, uma deflagrada e outra intacta.

Conforme o delegado, amanhã o jovem será ouvido e indiciado por homicídio qualificado por motivo fútil. Inicialmente a informação era de que o crime foi motivado por causa de uma bicicleta.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions