ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, SEGUNDA  27    CAMPO GRANDE 18º

Capital

Justiça mantém interdição parcial de parque e feira agropecuária será em julho

Acrissul ainda não tem total de leilões ou previsão de movimentação financeira

Por Aline dos Santos | 16/05/2022 09:51
Vista aérea do Parque Laucídio Coelho, em Campo Grande. (Foto: Divulgação/Acrissul)
Vista aérea do Parque Laucídio Coelho, em Campo Grande. (Foto: Divulgação/Acrissul)

A Justiça decidiu que a interdição do Parque Laucídio Coelho, em Campo Grande, é parcial e restrita a shows artísticos ou atividade para qual o local não tenha licença específica.

Depois de a grade de shows da Expogrande ter sido transferida para estacionamento do Shopping Bosque dos Ipês, com eventos entre abril e começo de maio, a Acrissul (Associação dos Criadores de Mato Grosso do Sul) anunciou que a feira agropecuária será entre 21 e 31 de julho.

De acordo com o presidente da associação, Jonatan Pereira Barbosa, a programação ainda é organizada e não há total de leilões ou previsão de movimentação financeira.

No último dia 10, o juiz da 1ª Vara de Direitos Difusos, Coletivos e Individuais Homogêneos, Ariovaldo Nantes Corrêa, determinou que a interdição do Parque de Exposições Laucídio Coelho seja limitada apenas à realização de shows artísticos e eventual atividade para qual ela não tenha licença específica.

“Não alcançando, portanto, o regular funcionamento dos demais órgãos públicos e estabelecimentos ali instalados e em atividade até o julgamento definitivo”.

Em decisão recente, o magistrado negou liminar à Acrissul, que tentava se livrar de cláusula do acordo com o MPMS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul) sobre a e execução de projeto acústico. A associação buscava liberar eventos no Parque de Exposições.

Nos siga no Google Notícias