A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

22/05/2011 10:45

Justiça ouve amanhã acusação de filho de policial que matou jovem

Nadyenka Castro

Arma é da Sejusp

Está marcada para esta segunda-feira a audiência de oitiva de nove testemunhas de acusação sobre a morte do funcionário público e estudante de Direito, Ítalo Marcelo de Brito Nogueira, ocorrida em junho do ano passado, em Campo Grande.

A audiência começa às 15h30min e será presidida pelo juiz Aluízio dos Santos, da 2ª Vara do Tribunal do Júri.

Ítalo foi morto por um tiro disparado por Guilherme Henrique Santana de Andrea, com a espingarda da Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública que estava cautelada ao pai dele, Pedro Wladimir de Andrea, policial civil.

Os três participavam de uma festa quando houve o disparo, que segundo o autor, foi acidental. Testemunhas disseram à Polícia Civil que Guilherme exibia a arma.

Ítalo trabalhava no Detran e era estudante de Direito na Universidade Federal de Mato Grosso do Sul.

As testemunhas de defesa, três, serão ouvidas em 16 de junho, a partir das 15h30min. O interrogatório de Guilherme está agendado para 30 de junho, no mesmo horário da audiência de defesa.

Trabalho voluntário- Lineker Luiz Vazes Fernandes era acusado de ter dado fuga a Guilherme após o crime. Ele teve a ação penal suspensa e irá ter que prestar serviço voluntário por seis meses. Caso contrário, volta a ser réu.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions