A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

10/04/2014 17:36

Laudo confirma estupro de aluno e autores são liberados pela Polícia

Filipe Prado
Meninos foram ouvidos sobre acusação de estupro em escola municipal (Foto: Cleber Gellio)Meninos foram ouvidos sobre acusação de estupro em escola municipal (Foto: Cleber Gellio)

Foi confirmado o estupro do menino de 10 anos por três adolescentes na Escola Municipal Consulesa Margarida Maksoud Trad, no Bairro Estrela Dalva, em Campo Grande. O crime ocorreu ontem (9) e foi descoberto após a mãe do menino levá-lo ao médico para exames. No entanto, os autores foram liberados pela Polícia.

De acordo com a delegada da Deaij (Delegacia Especializada de Atendimento à Infância e Juventude), Aline Sinnott Lopes, o laudo pericial constatou que houve uma fissura anal, concluindo que o menino foi vítima de estupro.

O menino relatou em depoimento que há dois anos é estuprado pelos adolescentes, mas a delegada afirmou que ainda não foi confirmada esta versão. “Os adolescentes estudavam em outros períodos, somente este ano eles começaram a estudar no mesmo horário. Então o estupro não ocorre há tanto tempo”, contou.

Segundo a Aline, os três adolescentes foram liberados, pois a Justiça ainda não se manifestou sobre o caso. “Somente uma determinação judicial para prende-los”, relatou.

Caso - Três adolescentes foram apreendidos na manhã de hoje (10) suspeitos de terem estuprado o menino. Eles estavam na escola quando foram levados por três equipes da Polícia Militar. Os garotos foram colocados em um dos camburões e encaminhados para a Deaij, onde prestarão depoimento. A vítima, jutamente com os pais, também foi à delegacia.



Ah é, não pode ter ocorrido antes porque eles não estudavam no mesmo período, aqui em Campo Grande a molecada não se vê na rua, na porta da escola e na própria casa né?
Tem que haver uma consequencia, seja com o pai e mãe dos marginaizinhos ou seja com os proprios marginaizinhos.
 
maximiliano rodrigo antonio nahas em 11/04/2014 08:23:54
AGORA EU PERGUNTO??? AOS SENHORES JUÍZES, PROMOTORES E AUTORIDADES DEFENSORES DA VERDADEIRA JUSTIÇA, EU DISSE VERDADEIRA JUSTIÇA: QUEM TERÁ SEUS DIREITOS PRESERVADOS AÍ NESSE CASO, JÁ QUE TODOS SÃO MENORES INCLUSIVE A VÍTIMA? OUVIR OS MELIANTES E LIBERAR É MESMO QUE COLOCAR UM BODE DENTRO DE UM CHIQUEIRO COM UM SACO DE MILHO E DIZER PARA O BODE, OLHA BODE NÃO COMA O MILHO. ALIÁS AO MEU VER É ISSO QUE A CARTILHA GAY QUER, É QUE SE ENSINE E SE LIBERE AS "OPÇÕES" SEXUAIS DENTRO DAS ESCOLAS. JÁ SE COMEÇOU A COLHER OS FRUTOS. QUE DEUS TENHA MISERICÓRDIA DAS NOSSAS GERAÇÕES FUTURAS.
 
JARY GUASINA DOS SANTOS em 11/04/2014 07:58:10
“Somente uma determinação judicial para prende-los, e quando atrasar 1 dia o salario poder judiciario eles certamente ficaram bravo reclama e agora judiciario????
 
Paulo Cesar Tavares em 11/04/2014 07:50:52
é o fim da picada, tres marginais sendo solto pela policia depois de uma barbaridade dessa. Tem que apodrecer na cadeia.
 
Sonilda Da Cruz em 11/04/2014 07:27:34
E os os administradores da escola, diretor, funcionários, professores etc... não tem responsabilidades nenhuma com a segurança dos alunos? As crianças indefesas estão aos cuidados de quem? Cadê os inspetores que deviam fiscalizar todos os ambientes da escola, impossível ele não saberem quem são os maus elementos na escola, então deviam ser mais vigiados, principalmente nos banheiros.
 
joao felicio marsal vieira em 10/04/2014 20:15:14
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions