A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

20/06/2016 19:45

Lei que garante diminuição do roubo de carros em discussão nesta 3ª na Capital

João Humberto

Milhares de acidentes acontecem pelo uso de peças inadequadas em veículos que foram avariados e restaurados. A lei federal 12.977/2014, popularmente conhecida como Lei do Desmonte, regulariza a venda de peças usadas e prevê o cadastramento das oficinas de desmanche para comercialização de componentes. Nesta terça-feira (20), a partir das 15h, será debatida às 15h, no Bahamas Apart Hotel.

Em Mato Grosso do Sul, a cada hora, um automóvel é roubado ou furtado. No passado, foram registrados 2.700 crimes dessa natureza no Estado. A Fenacor (Federação Nacional dos Corretores de Seguros) luta para reverter este quadro por meio da Lei do Desmonte, que pode reduzir em até 50% as estatísticas de roubos e furtos de veículos.

Com a Lei do Desmonte, a venda de peças usadas é regulamentada e controlada, incluindo selo de garantia do Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia). Além disso, apenas oficinas legalizadas e cadastradas pelos Detrans (Departamentos Estaduais de Trânsito) poderão comercializá-las.

Mesmo a lei estando em vigor há dois anos, em Mato Grosso do Sul assim como em outros estados brasileiros não há mecanismo sua implementação. Por isso é que existe um crescimento excessivo dos índices de roubos de automóveis.

Essa realidade levou a Fenacor a realizar o seminário “Lei do Desmonte, Acidentologia e Vitimação no Trânsito", em Campo Grande. O evento vai reunir autoridades de trânsito locais, representantes da segurança pública e dos corretores de seguros de todo o Estado, além da sociedade civil organizada.

Conforme a Fenacor, o melhor exemplo da eficácia da lei acontece em São Paulo, onde o número de furtos de veículos caiu 11% e os roubos, 26%, no balanço de 2015. A legislação ainda garante benefícios ambientais no aproveitamento de peças usadas e dá destino controlado para o que não pode ser reciclado, como pneus e resíduos dos fluídos dos veículos.

Economicamente, a Lei do Desmonte garante legalização das oficinas de desmontagem nas secretarias de Fazenda. Ao tornarem-se legais, os desmontes terão que contratar funcionários com direitos trabalhistas garantidos.

Em Mato Grosso do Sul é preciso atenção redobrada para a Lei do Desmonte, já que o Estado se localiza em região de fronteira.

O Bahamas Apart Hotel fica na rua José Antônio, 1.117, no Centro.

Protesto em frente à UEMS pede sinalização para evitar acidentes
Neste sábado, entre 9h e 9h30, a comunidade do bairro Conjunto José Abrão e acadêmicos da UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul) realizar...
Caminhoneiro fica nervoso em abordagem e policiais descobrem veículo furtado
Uma equipe da PRF (Polícia Rodoviária Federal) recuperou nesta segunda-feira (13), em fiscalização na rodovia BR-267, em Bataguassu - cidade localiza...
Jovem reconhece carro furtado, segue motorista e polícia recupera automóvel
Um jovem de 23 anos conseguiu recuperar neste domingo (12) o veículo Gol, furtado no dia 29 de maio, em Campo Grande. O automóvel estava em poder de ...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions