ACOMPANHE-NOS    
JULHO, DOMINGO  12    CAMPO GRANDE 25º

Capital

Locutor fala mal da polícia no Facebook, é preso e pede desculpa

Por Bianca Bianchi | 04/04/2016 16:02
Camilo Lara da Silva Filho usou seu perfil no Facebook para falar mal da polícia (Foto: Reprodução/Facebook)
Camilo Lara da Silva Filho usou seu perfil no Facebook para falar mal da polícia (Foto: Reprodução/Facebook)

O locutor de rádio Camilo Lara da Silva Filho, 35 anos, gravou na manhã desta segunda-feira (04) um vídeo com pedido de desculpas a policiais civis e militares depois de ter "ofendido a classe falando o que não devia" em um post feito em sua rede social dias antes. O vídeo foi gravado no momento em que ele foi preso por ter um mandado de prisão em aberto por não pagar pensão alimentícia.

No final de semana, Camilo publicou um texto em seu perfil do Facebook criticando as ações que policiais civis e militares realizaram na sexta-feira (1º) para reivindicar reajuste salarial junto ao Governo do Estado.

Policiais civis fizeram 12 horas de paralisação, denominada Dia de Alerta. De acordo com o Sinpol (Sindicato dos Policiais Civis de Mato Grosso do Sul), o ato teve adesão de 70% da classe, que se reuniu em frente à Depac do Centro, em Campo Grande. Já os policiais militares realizaram assembleia geral, na sede da Fetems, onde votaram contra, por unanimidade, o abono salarial de R$ 200,00 proposto pelo governador Reinaldo Azambuja.

Locutor fala mal da polícia no Facebook, é preso e pede desculpa

"Rapaz o que querem mais estes tais policiais já ganham muito mais (sic) muito bem. pelo nada que fazem de bom pela sociedade um salário mínimo já estaria de bom tamanho para os tais..." diz o trecho inicial da publicação. O post teve pelo menos 188 curtidas, mas foi deletado da página de Camilo.

Preso na manhã de hoje por policiais do SIG (Serviço de Investigações Gerais) da 5ª DP da Capital, Camilo gravou um vídeo se desculpando pelo que disse na rede social.

"Estou aqui para pedir desculpa pra Polícia Civil e Polícia Militar, em questão de algo que andei publicando nas redes sociais, porque acabei ofendendo a classe e isso não é verdade", diz Camilo em um trecho do vídeo.