A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 23 de Janeiro de 2018

30/11/2012 18:24

Mãe de menino violentado pelo padrasto é indiciada por omissão

Viviane Oliveira
Criança ficou 35 dias internada na Santa Casa. Criança ficou 35 dias internada na Santa Casa.

A mãe do menino de 4 anos, violentado pelo padrasto, foi indiciada por omissão no crime de tortura. O agressor que já estava preso desde 1º de novembro vai responder pelo crime de tortura e por estupro de vulnerável.

A informação é da delegada da DEPCA (Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente), Regina Márcia Rodrigues. De acordo com ela, a mãe da criança não é autora e não participou das torturas, porém ficou comprovado que ela sabia das agressões.

Em depoimento, testemunhas disseram que já haviam alertado a mãe sobre as lesões que o filho apresentava. “Além disso, a criança relatou que contou sobre as agressões para a mãe, porém ela perguntava para o marido e ele negava”, afirmou Regina.

O caso veio à tona e o agressor foi preso depois que o menino deu entrada no Pronto Socorro da Santa Casa, com desidratação e febre. Nos primeiros procedimentos, foram constatadas fraturas no diafragma e costela, além de perfuração nos tímpanos, lesões no fígado e demais órgãos internos decorrentes de agressões físicas.

Para a Polícia, o homem confessou ter abusado do enteado e afirmou que dizia para a criança mentir para a mãe sobre os machucados, falando para ele sempre dizer que tinha se machucado sozinho.

A criança teve alta na última terça-feira (27) depois de ficar 35 dias internada na Santa Casa. A informação é de que o menino está sob guarda da avó materna. 

O padrasto, que tem passagens por estelionato e violação de domicílio, com os crimes cometidos contra o enteado responderá por tortura e estupro de vulnerável. Ele está preso no Presídio de Trânsito e pode pegar até 28 anos de prisão. A mãe vai responder em liberdade, porém a pena por omissão no crime de tortura é de um a quatro anos de detenção.



Onde se encontra o pai biológico dessa criança? Ele também deve ser responsabilizado!
 
Marcos Ribas em 01/12/2012 10:57:45
Espera-se que esta avó materna, cuide melhor desta criança.. e não deixe ela nunca com a louca da filha. Se esta avó tiver amor pelo neto, nunca deixará ela ficar perto, e vai tentar suprir todas as necessidades de mãe que esta criança não teve! Responder em liberdade?? Tá facil, mesmo...
 
Edilene Arruda em 01/12/2012 10:50:23
Como era de se esperar a delegada conseguiu reunir provas ou indicios da culpa da mãe por omissão, certeza que ela sabia, quando o filho da gente aparece com um pequeno machucado a gente que é mãe ja ve, imagina nesse caso, a criança cheia de hematomas, não era possivel ela não saber. Parabens pra delegada.
 
Lizeti Aparecida Zanineli em 01/12/2012 10:44:52
eu admiro uma delegada dizer isso q. a mae nao sabia pelo amor de Deus, a gente conhece o filho ate no andado. nao saber q. o filho era torturado, se fosse filho de um dos poderosos, nao pensava duas vezes, esse cara devia ter o mesmo caminho da mae que morreu em dourados;
 
ESTER REIS em 01/12/2012 10:29:19
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions