A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

01/01/2013 13:58

Morto pela Polícia assassinou irmão há 4 semanas

Viviane Oliveira
João Cunha, de camiseta preta, que roubou uma moto na última sexta-feira (28) e Tiago envolvido no sequestro desta madrugada. (Foto: João Garrigó)João Cunha, de camiseta preta, que roubou uma moto na última sexta-feira (28) e Tiago envolvido no sequestro desta madrugada. (Foto: João Garrigó)

Jeferson Gomes de Moraes, 29 anos, que morreu na madrugada de hoje (1º) em confronto com policiais da Cigcoe (Companhia Independente de Gerenciamento de Crises e Operações Especiais), havia matado com três tiros, no dia 16 de dezembro, o irmão Carlos Henrique de Moraes, 25 anos, no bairro Jóquei Clube, em Campo Grande.

Três comparsas dele, o irmão de 17 anos, Tiago Pereira Bacaneli, 24 anos, e João Cunha da Silva, 27 anos, foram presos nesta teça-feira. A quadrilha seqüestrou uma família na madrugada de hoje, na avenida Calógeras, em frente ao banco HSBC. Pai, mãe e filha voltavam de uma festa de Ano Novo, quando foram abordados pelos bandidos.

Assim que o condutor reduziu a velocidade do veículo Mondeo para passar pelo semáforo, os ladrões, que estavam a pé anunciaram o roubo. Armados com um revólver calibre 38, o trio pedia dinheiro e ameaçava a família o tempo todo.

De acordo com o sargento da Cigcoe, Wander de Souza Martins, Pai e filha foram colocados no porta-malas do carro e a mulher ficou no banco de trás junto com os bandidos.

Tiago foi quem dirigiu o veículo. Enquanto mantinha a família presa, eles rodaram a cidade, compraram droga com o dinheiro das vítimas, lancharam e colocaram várias mulheres dentro do carro, totalizando oito pessoas. Segundo a Polícia, as vítimas disseram que durante a passagem do ano os bandidos comemoravam dando tiro para cima.

Horas depois, ainda com a família dentro do carro, os bandidos assaltaram dois jovens e roubaram uma moto, uma Honda CG de cor vinho, na região Sul da cidade. Dois bandidos continuaram no carro enquanto Jeferson assumiu a direção da motocicleta. A intenção dos bandidos era ir para a casa das vítimas para roubar jóias, momento em que foram abordados pela Polícia.

João cunha, de camiseta preta, havia saído do presídio no dia 4 de dezembro, onde cumpria pena por roubo e receptação. (Foto: João Garrígó)
João cunha, de camiseta preta, havia saído do presídio no dia 4 de dezembro, onde cumpria pena por roubo e receptação. (Foto: João Garrígó)

Ainda segundo o sargento, por volta das 3h da madrugada a equipe estava abastecendo a viatura em um posto de combustíveis na avenida Costa e Silva, quando receberam uma ligação dizendo que uma família havia sido sequestrada e estavam dentro de um carro preto, mas não foi especificado o modelo do veículo.

Ao darem a volta na quadra a Polícia se deparou com o carro com dois homens e uma senhora no banco traseiro. “Eles nem tiveram tempo de reagir ao serem abordados. Logo a vítima contou do sequestro e falou que o esposo e a filha estavam no porta-malas”, explica o sargento.

Com os dois presos, a Polícia iniciou rondas pela região para localizar o comparsa indicado pela dupla. Jeferson, que estava com a moto roubada, foi encontrado no conjunto Cohab. Ao avistar a Polícia, o bandido tentou fugir de moto até o bairro Los Angeles, onde largou a moto, pulou muro de residências e atirou três vezes contra os policias. O bandido foi morto com três tiros, um no tórax, braço e na região das costas.

Jeferson tinha passagens pela Polícia por dois homicídios e por pelo menos cinco roubos. Os outros três, o adolescente, Tiago e Neguinho também têm uma ficha extensa de crimes.

Integrante da quadrilha - O João Cunha ‘conhecido por Neguinho’, apesar de não ter participado do sequestro, havia roubado junto com Jeferson uma moto Honda Fan na última sexta-feira.

Na manhã de hoje (1º) os policiais identificaram outra vítima da quadrilha. Um chefe de cozinha de 43 anos, que pediu para não ser identificado, teve a motocicleta roubada na última sexta-feira.

O crime aconteceu na avenida Calógeras em frente à churrascaria Rio Grande do Sul. Ele voltava com o filho de 16 anos para casa quando ao reduzir a velocidade da moto foi abordado por Jeferson e João. Armados eles mandaram a vítima entregar celular e dinheiro e fugiram levando a motocicleta. De acordo com a Polícia, o veículo foi levado para o Paraguai.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions