A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

19/01/2014 17:50

Motociclistas fazem “rolezão” e pedem liberdade para manobras radicais

Ângela Kempfer
Motociclistas no Aero Rancho. (Foto: Vitor Samúdio)Motociclistas no Aero Rancho. (Foto: Vitor Samúdio)

Um grupo de motociclistas percorreu ruas em diferentes bairros de Campo Grande na tarde de hoje, cobrando espaço onde tenham a liberdade de fazer manobras radicais e ouvir som alto.

Mais de 300 motos participaram da manifestação, ao lado de alguns carros dirigidos por fãs do som automotivo. Uma das faixas levadas pelo grupo dizia: "Som alto e manobras radicais não é crime, só queremos um espaço".

A concentração começou por volta das 15 horas, na região da Júlio de Castilhos, onde o grupo pediu auxilio de outros motoristas para que segurassem o trânsito, a fim de que a manifestação descesse a via lentamente,

Depois, o protesto tomou conta da avenida Duque de Caxias e por volta das 16h30 passou pelo Aero Rancho. Por fim, parte dos motociclistas resolveu para na região do Lago do Amor para ouvir som alto, mas acabaram deixando o local coma chegada da PM.

Segundo a Polícia de Trânsito, o evento foi comunicado, mas apenas como homenagem a São Sebastião e por conta das denuncias de moradores, sobre o volume do som e manobras como "zerinhos", os manifestantes acabaram se dispersando.

Desde o ano passado o grupo tem mostrado mobilização. Em agosto, cerca de 400 motociclistas e alguns jovens de carro se reuniram na entrada da Vila Popular, depois de convocação pelas redes sociais.

O encontro com manobras e som alto foi denunciado por moradores que acionaram a Polícia Militar. Na época, os participantes também disseram que realizavam na verdade um protesto por conta da “perseguição” dos que gostam de manobras e som alto em Campo Grande.

 



olha precisamos siim d um espaço , e som automotivo e manobras não é crime,
c orienta meus keridoos cada um faz oq gosta , c eles faz manobra é pk eles kerem e sabe o risco k corre..
entao fika suave na d vses , pk tem muito mas acidente poor inflação no transito , dok poor manobraas.
povo seem cultura, c fosse bailao d velho vses keriaa né
poor: naatthyy saantoos
 
manoel souza em 20/01/2014 19:49:26
lendo os comentarios ja vi que tem gente que nem leu e nem procurou se informar e ja saiu comentando como se a galéra das motos e do som automotivo fosse vandalos
 
Helter Lopes em 20/01/2014 17:51:42
eu acho que deveria sim ter um lugar especifico para esses tipo de evento ,
mais a forma que foi organizado as pessoas veem o protesto com vandalismo e nao é isso que queremos , sim um espaço para nos .
 
thiago luiz em 20/01/2014 17:21:20
Acho massa mais acredito que para ser um protesto pacífico no qual foi o propósito do role e das faixas dizendo que som automotivo e manobras não é crime o organizador ou o grupo que teve essa iniciativa não deveria permitir o fechamento e nem as manobras nas ruas pois isso poderá ser visto de uma forma diferente dá ideia inicial, isso não é uma critica e sim um conselho, pois estamos no mesmo barco e uma coisa errada reflete em outra, dia 22 e 23 de março no autódromo o AUTO GIRO esta de portas abertas pra manobras de motos.
 
Marcio Kareka em 20/01/2014 10:29:06
infelizmente as pessoas hoje não pode ter mais diversão,um monte de gente ai dizendo coisas nada haver ,essas pessoas só estão querendo um lugar proprio pra fazer o que gostam,não são vagabundos como muito ai dizem,hoje em dia a diversão acabou não se esqueça quem ai velho ta muito criticando tambem ja foi jovem,nós hje pessoas jovens não podemos mais ter esses momentos legais de ouvir um bom som e tal...nada absurdo isso que eles estão fazendo,acho que tinha que liberar o autodromo ,pelo menos lá não essas pessoas de mau humor,sem vida,esses velhos,que se incomodam com tudo,a vida é feita pra curti,diverti,e não fica em casa só no sofa igual um velho,pelo amor de Deus liberem o autodromo,liberem carros rebaixados,agente paga tanto imposto e não pode ter o carro do nosso jeito.
 
christian assis em 20/01/2014 09:01:44
hehehehe, com diz o Fagner, so faltava essa. Agora lugar para promover o som de sertanejo dele tem alguns lugares na cidade(que a prefeitura cedeu), que produz algazarra e som alto, mas cada um tem a sua opinião e todos sempre solta ela sem pensar e fácil procurar motivos para desprezar o que o grupo fez.
 
Jhonny Santos em 20/01/2014 08:38:08
Verdade tanta coisa errada nesse país! por que não liberar um espaço para que jovens de bem com a vida possa ter seu laser e se divertir sem fazer mal a ninguém. Eles só querem um espaço, justamente para não incomodar moradores ou pessoas de mau humor que não teve infância ou nunca foi adolescente.
 
Luciana silva em 20/01/2014 08:34:46
"Som alto e manobras radicais não é crime, só queremos um espaço". Não e mesmo agora junta som alto,manobras radicais,bebida, mulheres safada que tira a roupa e homem macho da o que?
 
Junior Arantes em 20/01/2014 08:30:18
"Som alto e manobras radicais não é crime, só queremos um espaço",é claro que são crime,se não fosse não´teria no Código Penal "pertubação da Paz".Querem espaço para suas "arruaças",vão até a Prefeitura e peçam ao Prefeito Bernal,o "Autódromo" emprestado,lá sim é lugar de "Som alto e manobras radicais".Vai quem quer e ninguém é obrigado a ficar assistindo e sendo perturbado por um bando de pessoas que não tem nada que fazer.
 
Cristina Mendes Carli em 20/01/2014 08:30:02
mais que apoiado, campo grande é uma capital de estado e nao podemos conviver como se vivemos em fazenda.
 
every vaz de oliveira em 20/01/2014 08:21:21
Cada um protesta pela mudança que deseja.
 
maximiliano nahas em 20/01/2014 08:19:51
Eu concordo deles ter um espaço...é melhor eles no lugar adequado do que nas ruas colocando a população em risco....acho que se eles tiverem o lugar deles não vão perturbar ninguém.
 
patricia moraes em 20/01/2014 08:19:44
Tanta coisa errada nesse país pra se protestar, e essas pessoas fazem esse protesto sem finalidade nenhuma, so faltava essa, um espaço para promover algazarra e ouvir som alto. A sociedade cada vez mais vai perdendo seus valores.
 
FAGNER ALVES DE OLIVEIRA em 20/01/2014 07:39:42
Eu tive a sorte de ter estudado Educação Moral e Cívica, na 7ª série. No ano seguinte, essas matérias foram eliminadas dos currículos, sob a acusação de que eram "resquícios do regime militar". Coincidência ou não, cresci com uma lição em mente: todos nós temos direitos e DEVERES, e meu direito termina onde começa o do outro.
Esse pessoal tem o direito de reivindicar o que quiser -- contanto, que a reivindicação seja justa e lícita. E o que eles pretendem, além de ser ILEGAL (fere o Código de Trânsito) é IMORAL, no sentido que o que querem (fazer zerinhos, manobras radicais, tocar som alto, etc em locais públicos) atrapalha e fere o direito dos outros.
A dica é: por que não usam o Autódromo? Lá é o espaço adequado pra isso. Se informem na Fundac... aquilo lá está abandonado mesmo!
 
Teamajormar Almeida em 20/01/2014 00:37:40
eu acho qe tem qe ter um lugar apropiado para fazer manobras siim e que não deverião proibir e c os meninos fazem na rua e pq não tem lugar talvez c tive se um lugar os moradores não reclamariam e seria beem melhor
 
yasmin peres em 19/01/2014 23:00:51
Querem som alto + manobras com motos.... vão para o autodromo, poderão fazer estas duas coisas lá!
 
James Hunt em 19/01/2014 22:53:26
Informam o evento como homenagem a São Sebastião mas fazem um protesto por som alto e manobras radicais... E aí? Alguém será responsabilizado?
 
Guilherme Arakaki em 19/01/2014 21:13:03
esta certo mesmo , tem que acabar com isto , SOM AUTO E MANOBRAS E CRIME conforme o codigo de transito brasileiro, tem que prender todos
 
fabricio gomes em 19/01/2014 20:12:57
Devido a esses pedidos ridículos que a Santa Casa está cheia de acidentados de motos, por isso os impostos de motocicletas estão com os valores extremamente altos.
Manobras e competições são realizadas com veículos preparados para tal e não com motos que usamos no dia-a-dia.
 
Luciano Silgueiros em 19/01/2014 20:05:31
Manobras radicais e som alto na rua? Aí em Campo Grande tem um AUTÓDROMO, é só comprar EQUIPAMENTOS de SEGURANÇA, requisitar ou alugar o autódromo e está tudo resolvido. Quanto ao som alto, é só comprar FONES de OUVIDOS e pode estourar os seus tímpanos à vontade. O que não pode é estourar os tímpanos dos outros e torturar todas as pessoas normais com música da pior qualidade...
 
Adriano Roberto dos Santos em 19/01/2014 19:32:52
Porque vocês motoqueiros organizadamente, não vão para o Autódromo Internacional de Campo Grande? Se houver barreiras , administre-as junto as autoridades competentes. Esse é um local feito apropriadamente para quem curti velocidade. O que não dá é querer fazer das ruas em Campo Grande pista de corrida como se fosse "um Autódromo" e nem tão pouco em qualquer que seja o bairro "praticar som infernal" sendo que as pessoas tem que descansar e trabalhar no dia seguinte. Observado isso, não vejo nada demais quem quiser correr e para isso tem habilidade, assumindo o ônus, de seu seu próprio hobby esportivo.Uma coisa é certa. "O seu direito vai até começar o direito do outro". Quem decide viver em sociedade precisa saber que tem regras a serem cumpridas, quer aceite ou não.
 
João Alves de Souza em 19/01/2014 18:45:29
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions