A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 22 de Janeiro de 2019

26/03/2017 12:22

Muitos buracos e pouca iluminação transformam ruas em "cilada"

Em menos de 1km, via possui quase 60 buracos e traz prejuízos à população. De noite, situação piora devido à falta de iluminação.

Anahi Gurgel
Buracos em rua no Bairro Tiradentes. Trecho vira cilada para motoristas e causa prejuízos. (foto Yarima Mecchi)Buracos em rua no Bairro Tiradentes. Trecho vira "cilada" para motoristas e causa prejuízos. (foto Yarima Mecchi)

Quase 60 buracos em menos de 1 quilômetro estão exigindo muita destreza dos motoristas para conseguir passar pela Rua Wilson da Luz, localizada no Bairro Tiradentes. Se durante o dia a situação é complicada, à noite fica ainda pior. Devido à falta de iluminação pública em diversos trechos, a via se transformou em uma verdadeira “cilada” para os condutores, que estão contabilizando grandes prejuízos. 

Proprietário de um mercado que fica próximo ao local, Nivaldo Shirado, afirma que já viu muitos motoristas com veículos estragados por conta da grande quantidade de buracos. “Tem condutor que estoura um, até dois pneus. O prejuízo é muito grande. Tem que escolher o buraco que vai cair”, observa.

“A iluminação não é das melhores, mas são tanto buracos que mesmo se fosse boa não ia adiantar", disse se referindo à dificuldade no período noturno. Ele relata que, nos horários de muito movimento, os motoristas não têm como desviar porque a rua é de mão dupla e vem carros dos dois lados.

“Não tem jeito. O risco de acidente é grande. Muita gente vem pedir ajuda aqui no mercado”, conta o empresário, que tem comércio localizado na Avenida José Nogueira Vieira, perto da rua esburacada.

Moradora na região há cerca de 2 anos, Margarete Martins, 29 anos, reforça as péssimas condições do trecho. “É difícil o acesso. Tem que desviar, frear; muito perigoso e com alto risco de acidente. Essa é a pior rua de todo o bairro”, pontua.

Para Aline Brum, 36 anos, que mora no Tiradentes desde 2014, a cidade toda está com problemas no asfalto. “Reconheço que essa rua está muito ruim, mas temos que olhar para o todo e não só por onde passamos.

Cratera em via do Bairro Tiradentes vira armadilha para motoristas. (Foto: Marcos Ermínio)Cratera em via do Bairro Tiradentes vira armadilha para motoristas. (Foto: Marcos Ermínio)

Armadilha - O drama de locais em condições precárias também atormenta moradores da Rua Abílio Soares, onde os cerca de 1 km da via são praticamente intransitáveis. De terra, a via possui uma verdadeira cratera no seu meio, armadilha para moradores não familiarizados.

"De madruga escutamos os carros batendo forte. Quem não conhece vem em alta velocidade e acaba prejudicado", disse a dona de casa Ivone Barreto, 57 anos, há seis deles no local.

Segundo ela, as crateras são frutos da má gestão. Em seu relato, há quatro anos que a rua não recebe nenhum tipo de manutenção.

"Quando mudei era trator toda semana, mato aparado. Hoje isso aqui está abandonado", disse.

A situação motivou os próprios moradores a tomarem providências emergências. Um deles, que trabalha com cacambas, desviou entulho para acertar os desníveis e facilitar o tráfego.

Mas as fortes chuvas prejudicam. As correntezas não só tiraram as pedras como ajudaram na abertura das valas a céu aberto. Crianças são proibidas pelos pais de brincarem na rua e pedestres distraídos quase sempre caem nos buracos abertos.

Ivone qualifica a situação de "abandono e descaso" e irritada, colocou sua casa à venda. "Não tem condições de morar aqui com minha mãe, já idosa. É lamentável que isso aconteça em uma região tão importante da cidade", disse. 

Até o fechamento dessa matéria, não conseguimos contato com o secretário da Seintrha (Secretaria de Infraestrutura, Transporte e Habitação), Rudi Fiorese. 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions