ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, SEXTA  12    CAMPO GRANDE 15º

Capital

Obra fica para abril de 2014 e prefeitura faz reparos emergenciais em avenida

Por Viviane Oliveira | 15/10/2013 10:11
A obra começou nesta segunda-feira para recomposição do gabião. (Foto: Marcos Ermínio)
A obra começou nesta segunda-feira para recomposição do gabião. (Foto: Marcos Ermínio)

A prefeitura começou, nesta segunda, uma obra de manutenção em pontos críticos da Avenida Ernesto Geisel, em Campo Grande. Orçada entre R$ 800 mil e R$ 1 milhão, a obra é de emergência, enquanto, o contrato principal para revitalização e recuperação definitiva não sai do papel.

Prevista para começar este ano, a obra no valor de R$ 47,4 milhões ficou para abril de 2014. Isso porque, as três empresas, que participaram da licitação e ficaram nos três primeiros lugares, desistiram do contrato com a Prefeitura.

O secretário da Seintrha (Secretaria Municipal de Infraestrutura, Transporte e Habitação), Semy Ferraz, disse que a obra de emergência será realizada nos pontos mais críticos da avenida: próximo ao Shopping Norte Sul, da Rua Ouro Verde, ginásio Guanandizão e próximo ao laticínio. “Se o tempo ajudar o serviço deve durar em torno de 2 meses”, afirma.

Ainda segundo o secretário, apesar da obra ser de emergência, o serviço que está sendo feito dentro do córrego faz parte do projeto definitivo para acabar de vez com os problemas de erosão no local. “Esse serviço não será perdido, faz parte do projeto”, explica.

No total, onze funcionários da construtora Pavitec, entre operadores de máquinas trabalham fazendo a recomposição do gabião, um tipo de estrutura armada para evitar novos desmoronamentos.

Nos siga no Google Notícias