A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 18 de Abril de 2019

23/12/2018 08:35

ONGs apostam no espírito de Natal para quitar dívidas e salvar mais pets

Entidades que resgatam e acolhem animais abandonados esperam receber ajuda da população

Tatiana Marin
Abrigos esperam ajuda da população para continuar o resgate e cuidados com animais abandonados. (Foto: Pixabay)Abrigos esperam ajuda da população para continuar o resgate e cuidados com animais abandonados. (Foto: Pixabay)

A conta infelizmente não bate. Inúmeras foram as postagens e comentários nas redes sociais referentes ao caso da cachorrinha que foi espancada e morta no começo de dezembro em uma unidade do Carrefour em Osasco-SP. Entretanto, animais continuam sendo abandonados, algumas vezes atropelados, normalmente vítimas de maus-tratos, restando a eles apenas o acolhimento de voluntário de ONGs que os resgatam. O que é pior, tais entidades enfrentam dificuldades, principalmente com dívidas e não recebem ajuda nem as doações prometidas por aqueles que recorrem aos abrigos. Nesta época, as ONGs esperam contar com a solidariedade para continuar ajudando cães e gatos.

Laura Cristina Garcia de Brito, presidente da ONG Fiel Amigo. (Foto: Divulgação)Laura Cristina Garcia de Brito, presidente da ONG Fiel Amigo. (Foto: Divulgação)

“É um trabalho árduo o injusto. Enquanto tem 1 sendo resgatado, outros 100 são abandonados”, lamenta Laura Cristina Garcia de Brito, presidente da ONG Fiel Amigo que atua há mais de 7 anos e acolhe atualmente cerca de 200 animais, entre cães e gatos. Os gastos incluem desde ração e materiais de limpeza, a até consultas, medicamentos, exames e cirurgias em clínicas. “Nossas dívidas já passam dos R$ 10 mil”, conta Laura.

Da mesma forma, a ONG Amicat's, que cuida de cerca de 150 gatos, também necessita de ajuda. A presidente da entidade, Ana Cristina Camargo de Castro, explica que viu a necessidade da criação de um abrigo voltado apenas aos felinos devido a necessidades específicas dos bichos. “Apesar de as coisas estarem mudando, ainda há muito preconceito com gatos, tem gente que acaba não sabendo como lidar com eles e não mantém o gato em casa, que acaba sempre na rua”, explica.

 

A Amicat's é um abrigo que cuida exclusivamente de gatos. (Foto: Divulgação)A Amicat's é um abrigo que cuida exclusivamente de gatos. (Foto: Divulgação)

Com a dívida chegando na casa dos R$ 30 mil, a ONG Abrigo dos Bichos também entra no rol das entidades que buscam ajuda da população. “Recebemos pedidos enormes de resgates, mas as ajudas são poucas e a conta vai lá em cima. Queremos o apoio da população. Infelizmente, a população que abandona, é mesma que pede socorro, e não nos ajuda”, declara Maria Lúcia Metello, presidente da Abrigo dos Bichos.

Segundo Kelly Macedo da ONG Cão Feliz, a entidade também carece de auxílio. “Nossa maior dificuldade é manter a ONG, já que temos dois funcionários, água, luz, medicamentos e os impostos para pagar”, declara. A entidade, que tem 115 cães no abrigo e em 21 lares temporários, contabiliza dívida em clínicas de R$ 9 mil.

Um dos cães da Fiel Amigo. (Foto: Divulgação)Um dos cães da Fiel Amigo. (Foto: Divulgação)

As entidades arcam com despesas inúmeras, que às vezes é impossível a população imaginar. Os custos com saúde são vermifugações, vacinas, castrações, exames, consultas, internações, cirurgias, tratamentos, medicamentos, terapias. Ainda existem as necessidades com alimentação, higiene e transporte.

A população pode ajudar de várias formas, não somente com doação em dinheiro diretamente para as ONGs. O auxílio na quitação das dívidas em nome das entidades junto às clínicas veterinárias é algo que aliviaria muito a carga.

 

Filhote de gato na Amicat's. (Foto: Divulgação)Filhote de gato na Amicat's. (Foto: Divulgação)

“Algumas clínicas e laboratórios, onde conseguimos convênios, estão recusando atendimento por falta de pagamento, e eles não estão errados, pois todo mundo que trabalha precisa receber”, afirma Laura Cristina. Segundo Maria Lúcia, as dívidas contraídas com os estabelecimentos acabam inviabilizando o atendimento de novos animais que chegam aos abrigos. Quem ajudar pagando parte da dívida em estabelecimentos, é necessário enviar recibo para a ONG, para fins de controle.

As ONGs aceitam ainda qualquer tipo de doação, seja ação, materiais de limpeza, medicamentos que não serão mais usados e até jornais velhos, que são muito usados nos abrigos. Ainda, algumas entidades procuram lares temporários para cães e gatos, até que eles sejam adotados, sendo que são as próprias ONGs que arcam com todos os custos e o animal fica apenas alojado na residência do cuidador.

Cão resgatado pela Fiel Amigo. (Foto: Divulgação)Cão resgatado pela Fiel Amigo. (Foto: Divulgação)

“Espero do fundo do meu coração, que o espírito natalino possa tocar os corações das pessoas de bem para nos ajudar a continuar salvando tantas vidas inocentes que já padeceram com o abandono e maus-tratos”, diz Laura Cristina. “Não queremos dinheiro”, adiciona Maria Lúcia, “queremos que o problema seja resolvido”, finaliza.

Conheça mais sobre algumas ONGs de Campo Grande e como ajudar.

Fiel Amigo

Presidente Laura Cristina Garcia de Brito
https://www.facebook.com/fielamigoBR/
http://www.fielamigo.com.br/
https://www.instagram.com/fiel_amigocg/
99239-5176

Contas Corrente
Banco do Brasil, agência 5783-5 c/c 36.485-1 Associação de Amparo e Defesa Animal.
Banco Santander, agência 3085-3 c/c 13000235-0 Associação de Amparo e Defesa Animal.
Banco Bradesco, agência 2100-8 c/p 1005525-3 Associação de Amparo e Defesa Animal.
Caixa Econômica Federal, agência 0017 operadora 013 c/p 00005230-7 Laura Cristina Garcia Brito (presidente do abrigo Fiel Amigo).

Tem dívidas nos seguintes estabelecimentos:
Diagnóstico Laboratório Veterinário - Rua Padre João Crippa, 1988 - Centro
Pharma&Cia - Rua Barão do Rio Branco, 2204, esquina com a 13 de Junho
Clínica Pet Vida - Rua Marquês de Lavradio, 861, Jardim São Lourenço
Maranatha Pet Shop - Rua Capibaribe, 822, esquina com Júlio de Castilho

Amicat’s

Presidente
Ana Cristina Camargo de Castro

https://www.instagram.com/ong_amicats/
https://www.facebook.com/ongamicats/

Conta Corrente
Banco Itaú, agência 6492, c/c 32425-3
CNPJ 27806981/0001-15

Abrigo dos Bichos

Presidente Maria Lúcia Metello

https://www.facebook.com/AbrigoDosBichos/
https://www.instagram.com/ongabrigodosbichos/

CNPJ 05.108.286/0001-47

Conta Corrente
Banco do Brasil, Ag 5783-5, Cc 41599-5

Tem dívidas nos seguintes estabelecimentos:
Clínica Veterinária Bourgelat, Av. Mato Grosso, 1291, Prop: Rose (067) 8445 4310
Clínica Veterinária Cãopanhia, Rua Barão do Rio Branco, 2155, Prop: Dra. Janete (067) 3383 2808

Cão Feliz

https://www.facebook.com/caofeliz.ong/
https://www.instagram.com/caofeliz.ong/
(67) 99268-9882

Conta Corrente
Caixa Econômica, agência 1464, operação 003, c/c 4147-6
CNPJ 18 638 792 /0001 _90

Tem dívidas nos seguintes estabelecimentos:
Vet Mania, Rua Tapajós, 535, Vila Rica
Pet Vida, Rua Marquês de Lavradio, 861, Jardim São Lourenço




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions