A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

25/05/2015 19:51

Operários da construção civil de CG terão 8,2% de reajuste salarial em 2015

Lúcio Borges
Líder sindical tornou público os números no fim da tarde desta segunda-feiraLíder sindical tornou público os números no fim da tarde desta segunda-feira

Os empresários da Construção Civil este ano não enfrentaram greve no setor, com fechamento de acordo e fornecimento de 8,2% de reajuste salarial, retroativos a 1º de março, a todos os operários de Campo Grande. Os trabalhadores também ganharam um aumento no prêmio por assiduidade, conforme acordo firmado em Convenção Coletiva de Trabalho – CCT entre o sindicato patronal e laboral, por meio do Sintracom (Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção Civil e do Mobiliário de Campo Grande). Dentro do acordo ficou definido que haverá algum percentual diferente, para mais ou para menos para algumas categorias.

De acordo com José Abelha Neto, presidente Sintracom, o reajuste em acordo sem muita demora e nenhuma ameaça de paralisação, foi um importante avanço nas relações e bom para ambos os lados. “Foi um avanço considerável, pois o reajuste ficou bem acima da inflação. E esse percentual sobe ainda mais se juntarmos a ele o prêmio por assiduidade que recebeu um reajuste de 20%, que equivale a cerca de 2% sobre os salários. Somando tudo, o reajuste ficaria em torno de 10%, se fizermos essa soma”, explica Neto.

O presidente menciona uma pequena diferença entre os percentuais. “O percentual de 8,2% é para os trabalhadores que ganham até R$ 1.664,00 mensais. Para quem ganha acima desse valor, o reajuste foi de 7,67%. O prêmio por assiduidade passou de R$ 100,00 para R$ 120,00 mensal, para todos os trabalhadores da construção civil.”, detalha Neto.

O líder sindical tornou público os números no fim da tarde desta segunda-feira (25), com os novos reajustes, onde os salários dos trabalhadores ficaram assim: Serviços gerais: R$ 801,00; Servente, vigia e auxiliar de escritório: R$ 859,00; Meio Oficial: R$ 945,00; Oficial - Pedreiro, carpinteiro, encanador, eletricista, operador de betorneira : R$ 1.169,00; O Técnico de segurança do trabalho e Motorista, também ganharam R$ 1.169,00; Já o apontador: R$ 1.146,00; Almoxarife: R$ 1.204,00; Encarregado de obra e departamento pessoal: R$ 1.226,00 e Mestre de obra: R$ 1.800,00. O Sintracom também fechou acordo salarial para os trabalhadores nas áreas de gesso, marmoraria e pré-moldados de Campo Grande. Com o reajuste, os ajudantes gerais passaram a ganhar R$ 876,42; Meio profissional, R$ 1.017,08 e os profissionais, R$ 1.388,80.

Mobiliário

Já os trabalhadores do setor mobiliário, ganharam um aumento pouco acima dos demais, atingindo 9% sobre seus vencimentos a partir de 1º de maio. Com os reajustes os salários passaram a vigorar com os seguintes valores:

Grupo “D”, salário de R$ 835,81;
Grupo “C”, R$ 872,53;
Grupo “B”, R$ 1.023,37;
Grupo “A”, R$ 1.298,09



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions