A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

07/11/2012 11:59

Padrastro mandava criança violentada dizer à mãe que se machucou sozinha

Paula Maciulevicius e Mariana Lopes
Homem orientava como a criança tinha que explicar os machucados à mãe. Sempre dizendo que tinha se ferido sozinho. (Foto: Minamar Júnior)Homem orientava como a criança tinha que explicar os machucados à mãe. Sempre dizendo que tinha se ferido sozinho. (Foto: Minamar Júnior)

O professor e músico de 33 anos, que confessou ter abusado do enteado de 4 anos, dizia para a criança mentir para a mãe sobre os machucados, falando para ele sempre dizer que tinha se machucado sozinho.

“O padrasto orientava a criança de como ele tinha que falar para a mãe”, disse a delegada responsável pelo caso, Regina Márcia Rodrigues, após ouvir o depoimento dele e da mãe do menino.

A mãe, uma professora, nega saber da agressão e do abuso e questionada pela delegada sobre os ferimentos visíveis que o filho tinha, ela disse que ele falava que havia se machucado sozinho.

Em um episódio de marcas de queimadura nas mãos, a delegada indagou a mãe especificamente, mas a mulher disse “ele falou que encostou sozinho na chaleira”. Na Polícia, o padrasto confessou, ele que fez o menino colocar as mãos na chaleira quente.

Nem machucados e nem mudança no comportamento, para a Polícia, a mãe nega que tenha notado diferença na criança. Sobre o relacionamento dos dois, da mulher e do padrasto do menino, ela contou que eles já tinham namorado quando adolescentes.

“Ela disse que conhecia ele há 20 anos. Eles já tinham namorado desde a adolescência e depois se reencontraram e passaram a morar juntos”, relatou a delegada. O tempo já corresponde a oito meses.

Segundo a Polícia, a professora confiava muito no namorado, porque logo que eles reataram a relação, ele que já tinha antecedentes criminais, contou a ela.

“Ele falou que já tinha passagens pela Polícia e já tinha sido usuário de drogas, mas que estava limpo agora. Ela, pelo fato de ele ter confessado tudo isso, essa sinceridade dele, achou que ele se arrependeu e que não estava fazendo mais nada”, explica Regina Márcia Rodrigues.

A delegada tem acompanhado de perto o quadro clínico do menino que permanece internado na Santa Casa. A criança está sem previsão de alta e quando sair passará por tratamento psicológico.

Testemunhas ainda serão ouvidas, entre os professores da criança, médicos e alguns familiares.

Agressões – O abuso e os ferimentos começaram há 45 dias. Preso desde o dia primeiro, o padrasto disse que estava sob efeito de drogas e que estava arrependido. Disse também que tem medo do que pode acontecer com ele na cadeia.

O rapaz tem passagens por estelionato e violação de domicílio, com os crimes cometidos contra o enteado responderá também por tortura e estupro de vulnerável, além da prisão preventiva decretada. Ele já está no Petran (Presídio de Trânsito), em Campo Grande.

O caso veio à tona após médicos da Santa Casa terem constatado que a criança havia sido agredida e abusada sexualmente. Ela foi levada ao pronto socorro do hospital no último dia 23 de outubro com desidratação e febre. Depois dos primeiros procedimentos, foram constatadas fraturas no diafragma e costela, além de perfuração nos tímpanos, lesões no fígado e demais órgãos internos decorrentes de agressões físicas.

A reportagem não traz fotos de frente nem a identificação do agressor para proteger a criança. Ela poderia ser identificada caso nome e foto do agressor fossem divulgadas, como esclarece a delegada.



Olha, quando eu li essa reportagem, eu cheguei a passar mal, sou mãe, meu filho vai fazer 3 anos, e isto que esse cara(que diga-se la de passagem, só pode ser o demonio, isso não é gente não) fez é uma atrocidade!! Não sou ninguem para julgar, mas gente, se o meu filho chega com qualquer machucado, eu já vou atras para saber o que aconteceu, e o comportamento dessa criança???? A mãe nunca percebeu nada??? Isto esta muito mal contado!! Uma criança gente... tão entendendo?? A coisa mais pura que existe!! Com tanta mulher por aí o cara vai fazer isso com uma criança indefesa?? Essa nossa lei é muito fraca!! Daqui alguns anos o cara ja esta solto!!! E aí?? Pronto para fazer de novo??? Algo preciso ser feito, não pode ficar impune!! Pagamos para esses vagabundos ficarem na cadeia??
 
Thaís Garcia em 08/11/2012 13:34:56
DESGRAÇADO QUERIA EU PODER SER VIZINHO DESSA DESGRAÇA QUE DETONAVA ANTES MESMO DA POLICIA CHEGAR, POR QUE A POLICIA NAO PODE FAZER ND COM ESSES RATOS VERMES INUTEIS, O MAE PELO AMOR DE DEUS VC NUNCA FOI ATRAZ DISSO, PARA VER SE REALMENTE ESSA CRIANÇA SE MACHUCAVA MESMO, POR ISSO TEM MUITAS BANDIDAS QUE VISITA ESSES VERMES NA CADEIA ELAS SAO PIOR QUE ELES, DESGRAÇADO, MANDITO
 
ESTER REIS em 07/11/2012 17:47:26
E o pai da criança é ausente (biológico)? Isso me cheira a assédio parental ...
a mãe odiava o ex marido pai da criança ? e ainda fechava os olhos para o que acontecia ?

é isso que acontece com essas mulheres mal resolvidas desde a adolescencia...
procuram um amor que estupra seus filhos, faz sexo com elas e são perdoados por ser ex ladrão, ex drogado e que possuem longa ficha criminal...
Basta cometer crimes e depois sair correndo pra igreja mais próxima... tem cada testemunho que deveria ser comunicado à policia imediatamente.
 
kerisón vargas em 07/11/2012 15:23:15
Parece que virou "moda" fazer barbáries dessa espécie e recorrer a "insanidade mental" como muleta para essas atrocidades....E está acontecendo pelo país todo! Esse tipo de argumentação é totalmente fajuto, ridículo para não dizer maldito, nem em sonho deve ser cogitado isso para defesa desse ser (se é que tem defesa). Um comportamento desses é imperdoável!! Não creio que se ele usar isso seja possível convencer profissionais que estão acostumados a lidar com bandidos propriamente ditos. O Brasil já nem tem sede e fome de justiça mais, na verdade está é passando fome há décadas!! Um ser desses lá nos USA receberia o tratamento devidamente merecido...
 
Marcello Oliveira em 07/11/2012 14:16:09
ESSA história da mãe não perceber nada que mãe é essa?
 
Maia Silva em 07/11/2012 13:34:34
pena de morte cade os puliticos nisso .....
 
alberto barreto em 07/11/2012 13:33:51
COLOCA ELE NA MINHA FRENTE, EU DUVIDO NAO FAZER ELE FALAR PRA MAE DELE QUE SE MACHUCOU SOZINHO TAMBEM, ISSO SE CONSEGUIR FALAR ALGUMA COISA DEPOIS, CARA SAFADO. O CERTO É PRENDER A MAE DO MENINO TAMBEM ATÉ FICAR TUDO ESCLARECIDO, ESTA HITORIA ESTA MUITO ESTRANHA.
 
leonardo Duarte em 07/11/2012 13:22:26
COMENTAR O QUÊ ?....(revolta,tristeza,indignação).
 
ana paula sousa ribas em 07/11/2012 13:21:39
Um monstro desse tipo tem que apodrecer na cadeia. Abusar de um adulto já é inaceitável, imagina de uma criança de 04 anos. Abusar e agredir. E está cheio de mães desse tipo, mulheres vocês tem que acordar! Provavelmente estava tão cega de amor que não teve a capacidade de enxergar a tragédia que passava com seu próprio filho. Lamentável.
 
MARIA TEREZA em 07/11/2012 13:16:12
Mãe que é mãe, com certeza não ficaria com estas desculpas...pelo contrário investigaria, afinal todas (mães) temos o tal sexto sentido... Só porque conhece o cara há 20 anos do nada olha para ele e resolve colocar dentro da casa?? E pior deixar a criança indefesa junto??? Se esta mesma não contou é porque não confia o suficiente na mãe para que a mesma a defendesse...
 
Edilene Arruda em 07/11/2012 12:55:10
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions