A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

06/12/2013 15:37

Para proteger APA, ambientalistas fazem ato e plantam mais de 1,6 mil mudas

Lidiane Kober

Para despertar o engajamento pela preservação, entidades lançam, amanhã (7), o Projeto de Restauração Ambiental na Bacia do Guariroba, na Fazenda Velho Saltinho. Com 36 mil hectares, a APA (Área de Proteção Ambiental) Guariroba beneficia 60% da população campo-grandense com o abastecimento de água.

No ato, haverá o plantio de 1.667 mudas de árvores nativas em uma área de um hectare, apresentação teatral, atrações culturais, com a presença dos músicos Aurélio Miranda e Lenilde Ramos, além de explanações sobre a importância da conservação das APAs.

O evento integra parte das comemorações ao Dia do Voluntariado e visa, também, despertar o engajamento à causa da preservação ambiental. Durante o lançamento do projeto, estão previstas várias atividades voltadas à conscientização e preservação dos recursos hídricos.

O ato contará com a presença de proprietários rurais da região, alunos e educadores da Escola Municipal Professor Vanderlei Rosa, grupo de idosos do Centro de Convivência do Idoso Vovó Ziza, voluntários do projeto e servidores da Secretaria de Meio Ambiente. A ação é uma realização do Programa Água Brasil, Agência Nacional de Águas (ANA), Fundação Banco do Brasil (FBB), WWF-Brasil com o apoio da prefeitura.

Mais ações – Ainda de olho da preservação da Bacia Guariroba, está em andamento na Capital o Programa Manancial Vivo, que prevê pagamentos aos produtores rurais que, por meio de práticas e manejos conservacionistas e de melhoria da distribuição da cobertura florestal na paisagem, contribuam para o aumento da infiltração de água e para o abatimento efetivo da erosão, sedimentação e incremento de biodiversidade.

“O projeto é uma continuação do Movimento Guariroba Viva, lançado em 2008, diante do perigo de colapso de falta de água em Campo Grande”, disse o coordenador de meio ambiente do Fórum de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável de MS (Formades), Haroldo Borralho. “Em vez de punir, o programa incentiva ações positivas e o resultado já é visível”, completou.

O repasse do recurso leva em conta a realização e manutenção das práticas recomendadas pelos técnicos do projeto. O programa disponibiliza, gratuitamente, equipe técnica para elaboração dos projetos e assistência técnica para a execução. Na próxima etapa Projeto de Restauração Ambiental na Bacia do Guariroba, produtores rurais da Capital deverão receber os primeiros cheques.

De família de escritores, médico lança amanhã livro com poemas
O renomado psiquiatra Marcos Estevão lança nesta quinta-feira (14) em Campo Grande o livro de poesias "Pedaços de Mim", que é um compilado de poemas....
Renegociação de dívidas com a Águas Guariroba pode ser feita até o dia 29
Vai até o dia 29 deste mês a campanha "Fique em Dia", realizada pela Águas Guariroba para renegociar as dívidas que os consumidores têm com a empresa...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions