A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 17 de Janeiro de 2018

30/11/2015 10:46

Pedreiro vai fazer obra em casa e furta 17,5 mil dólares de fundo falso

Viviane Oliveira e Luana Rodrigues
Delegado Reginaldo Salomão fala sobre os crime de furtos que foram solucionados nas últimas semanas. (Foto: Marcos Ermínio) Delegado Reginaldo Salomão fala sobre os crime de furtos que foram solucionados nas últimas semanas. (Foto: Marcos Ermínio)

O pedreiro Francisco Soriano da Silva, 51 anos, foi detido por vender 17,5 mil dólares, em torno de R$ 60 mil, no Jardim Los Angeles, em Campo Grande. À polícia, ele disse que encontrou o dinheiro em um fundo falso enquanto fazia demolição de uma cozinha, na Vila Carlota.

Conforme o delegado da Derf (Delegacia Especializada de Roubos e Furtos), Reginaldo Salomão, a polícia recebeu informação de que uma pessoa estava comercializando dólares no Los Angeles. Após investigação, a equipe descobriu que o comércio era realizado por um pedreiro.

No começo de novembro, Francisco foi localizado e confessou que havia furtado o dinheiro durante serviço de demolição em uma residência. A quantia estava em um fundo falso de uma cozinha do imóvel. O dono do montante é um servidor público de 45 anos, que ainda não tinha percebido o furto.

Os investigadores conseguiram recuperar R$ 36 mil. O restante do dinheiro foi usado por Francisco para comprar um veículo Pampa, que custou R$ 12 mil. Ele também deu R$ 2 mil para cada um dos quatro filhos. O pedreiro vai responder em liberdade, porque não houve flagrante, pelo crime de furto qualificado.

Um sobrinho dele, Daniel Soriano da Silva, 30 anos, também vai responder pela comercialização e ocultação dos dólares. A polícia ainda vai apurar se o funcionário público, que por enquanto é tratado como vítima, cometeu algum delito. A comercialização de moedas estrangeiras em espécie, realizada sem a emissão do boleto de câmbio, é crime.

Polícia recuperou cerca de 140 gramas em joias. (Foto: Divulgação)Polícia recuperou cerca de 140 gramas em joias. (Foto: Divulgação)

Furto de ouro - No dia 13 de novembro, dois bandidos furtaram uma mochila do interior de um carro, que estava estacionado em frente à uma residência, no Jardim Paulista. A dupla levou mostruário de joias em ouro, avaliada em R$ 400 mil.

Durante a investigação, os policiais receberam denúncias de que as joias estavam sendo comercializadas no Conjunto Parati, região sul da cidade. Jonisley Mongelo, 24, e Lucas Vieira Martins, 19, foram identificados como autores do furto.

Com a dupla, foi recuperado 140 gramas. Eles falaram que conseguiram vender 200 gramas, que totalizou R$ 4 mil e 100 gramas perderam durante fuga da polícia. No entanto, a vítima afirma que no mostruário havia 1 quilo de joia. Os dois vão responder por furto em liberdade, porque não houve flagrante.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions