A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

09/06/2014 08:34

PM diz que seis estão envolvidos na morte de policial; só um está foragido

Filipe Prado
O policial militar foi morto na última terça-feira (7) na rotatória da BR-262 com o anel rodoviário (Foto: Cleber Gellio)O policial militar foi morto na última terça-feira (7) na rotatória da BR-262 com o anel rodoviário (Foto: Cleber Gellio)

Seis pessoas estão envolvidas na morte do policial militar Rony Mayckon Varoni de Moura da Silva. Além de Everton Rosa da Silva, 17 anos, que foi morto no confronto sábado à noite no Conjunto Aero Rancho, outras cinco pessoas foram identificadas e uma está foragida. 

Kelvin Wilian Santarosa da Silva, 21 anos, e Rafael Fernandes de Quadros, 23, foram presos no sábado (7) pela PRF (Polícia Rodoviária Federal), na BR-262, fugindo para o Paraguai. Dois homens, de 35 e 21, que não tiveram suas identidades reveladas, também foram presos pela participação no crime.

Conforme a (PM) Polícia Militar, no dia 7 a polícia realizou várias diligências pela cidade, por meio de denúncias anônimas, localizando, Rua Taumaturgo, no Bairro Aero Rancho, Everton. Houve troca de tiros no local e o adolescente acabou sendo atingido por dois disparos no tórax e encaminhado para o Hospital Regional, segundo a PM, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

Seguindo informações, a PM, com apoio da PRF, interceptou a fuga de Kelvin e Rafael em uma barreira no município de Guia Lopes, a 227 quilômetros de Campo Grande. Kelvin confessou que estava na garupa da motocicleta Honda Titan e efetuou vários disparos contra o carro do policial. Já Rafael revelou que pilotava a moto Honda Twister, utilizada no dia do crime.

Como a dupla foi presa em Guia Lopes da Laguna, a Polícia Militar enviou quatro militares do Batalhão de Choque para fazer o transporte dos suspeitos do interior. Na madrugada de ontem (8), por volta das 4h, a viatura do Choque acabou capotando na BR-267, próximo a Maracaju. Os motivos que provocaram o acidente não foram informados.

Os dois informaram a PM sobre outros dois envolvidos no crime, dois homens de 21 e 35 anos. Eles providenciaram as armas utilizadas no homicídio e esconderam a pistola após o crime. A pistola e a moto Honda foram apreendidas.

A PM, conforme assessoria, informou que identificou mais um envolvido na morte de Rony, porém ele ainda não foi localizado.

Todos os envolvidos possuem várias passagens pela polícia, como tráfico de drogas, porte de arma de fogo de uso restrito, furto e até homicídio tentado e consumado.

A viatura da PM com os dois acusados capotou na BR-262, próximo a Maracaju (Foto: Divulgação)A viatura da PM com os dois acusados capotou na BR-262, próximo a Maracaju (Foto: Divulgação)

Execução - O policial militar foi morto no dia 3 deste mês , por volta das 15h, na rotatória da BR-262 com o anel rodoviário, na saída para Aquidauana. Rony dirigia a Saveiro, placas HSG-4208 junto com um colega cabo da Polícia Militar. Eles foram cercados por duas motocicletas ocupadas por quatro homens.

Eles teriam matado o policial a tiros para roubar um malote com R$ 20 mil. Rony ingressou na Policia Militar há três anos e nove meses. Começou no BPtran (Batalhão de Trânsito) e depois transferido para o Ciops.

 

PRF prende 2 suspeitos de participação em assassinato de policial
Dois homens suspeitos de terem participado do assassinato do policial militar Rony Mayckon Varoni de Moura Silva, 28 anos, na última terça-feira (3),...
Após trocar tiros, suspeito de matar policial morre na Santa Casa
Após trocar tiros com homens do 10ª Batalhão da Polícia Militar, na noite deste sábado (7), no Jardim Aero Rancho, suspeito de matar o policial Rony ...
Após morte de policial, 4 bandidos roubam R$ 20 mil na porta de banco
Após um policial morrer ontem (3) em suposta tentativa de assalto, bandidos voltaram a atacar nesta quarta-feira (4). Dessa vez, eles agiram na porta...


Em nosso estado felizmente a policia tem dado uma resposta rápida e a altura quando se trata de atentados contra agentes do estado. Mato Grosso do Sul não pode assim como tem acontecido em outras unidades banalizar a vida de seus agentes. Parabéns ao efetivo de Campo Grande pela demonstração de união e companheirismo demonstrado nesta ocorrência.
“Para que o mal triunfe, é apenas necessário que os bons não façam nada.”
Edmund Burke
 
Fladimir Galassi da Silva em 09/06/2014 09:04:54
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions