A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

11/12/2015 09:15

Polícia apreende arma austríaca de R$ 20 mil no Los Angeles e prende três

Luana Rodrigues
Armas apreendidas durante operação. (Foto: Divulgação)Armas apreendidas durante operação. (Foto: Divulgação)

A "Ferrari das pistolas", como é conhecida uma arma austríaca pistola Glock, foi apreendida na tarde desta quinta-feira(10). A apreensão ocorreu durante a "Operação Desarma", desencadeada pela Derf(Delegacia Especializada de Roubos e Furtos). Durante a ação, que ocorreu no bairro Los Angeles, também foram apreendidos dois revólveres calibre 38 e três pessoas acabaram presas.

Conforme o delegado Reginaldo Salomão, o setor de investigações da Derf já vinha realizando diligências há alguns dias na região do Dom Antonio, Parque do Sol, Jardim das Meninas, Vespasiano Martins e Los Angeles, até que chegaram a pessoa de Rodrigo de Souza Barboza, 39 anos.

Ao ser abordado pelos policiais, Rodrigo se mostrou nervoso, então eles pediram que ele apresentasse o celular, onde foram encontradas fotos de armas de fogo expostas no seu WhatsApp. Na tentativa de se justificar, o homem disse que as fotografias das armas foram tiradas na casa de Gilberto Domingos da Silva, 34.

Imediatamente os policiais foram até a residência, que fica no mesmo bairro, na Rua Almirante Rochane. No local, Gilberto disse que as armas eram de Valteir Teixeira de Moraes, 46, e estavam na casa dele na Rua Ilivínio José de Souza. Na casa de Valteir, a polícia encontrou uma pistola Glock, dois revólveres calibre.38, e expressiva quantidade de munições, que estavam atrás de um espelho. "É uma arma de grande potencial ofensivo, extremamente precisa, tem pouco recuo e pouca manutenção, geralmente vem dos países vizinhos, mas é muito 'desejada' pelos criminosos", explicou o delegado, sobre a pistola.

Valteir confessou que era o dono da pistola que custa cerca de R$ 20 mil, segundo a polícia, e também dos revólveres e munições. Ele disse aos policiais que as fotos armazenadas no aparelho celular de Rodrigo, serviriam para anunciar à venda das armas, que seria feita por Rodrigo e Gilberto.

Os três foram presos em flagrante, autuados por associação criminosa, posse irregular de arma de fogo e ainda receptação, já que o celular de Rodrigo era roubado. A foto dos criminosos não foi divulgada pela polícia, para não atrapalhar a investigações.

Menos mortes - Desencadeada no fim deste ano, a 'Operação Desarma' deve continuar até o início do ano que vem. O objetivo, segundo a polícia, é diminuir o poder ofensivo dos bandidos e dessa forma, evitar crimes de latrocínio(roubo seguido de morte), por exemplo. "Tirando o poder de agressividade deles pode ser que evitemos tragédias e consigamos reduzir a audácia dos bandidos", explicou o delegado.

Abstenção em concurso da Câmara Municipal da Capital passa dos 30%
O domingo (17) foi de provas para milhares de campo-grandenses, tanto na manhã como no período da tarde, no concurso da Câmara Municipal, que segundo...
Com forte dores, mulher reclama de falta de atendimento em UPA
Mesmo apresentando fortes dores e inchaço na região do estômago, sem conseguir comer a três dias, uma mulher que procurou atendimento na UPA (Unidade...
Problema rotineiro, chuva causa alagamentos no bairro Cidade Morena
A chuva que atingiu Campo Grande no fim da tarde deste domingo (17) causou vários problemas à população, desde alagamentos a problemas estruturais em...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions