ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
FEVEREIRO, QUINTA  29    CAMPO GRANDE 24º

Capital

Polícia confirma que criança foi estuprada por avô ferido a tiros por vingança

A avó da vítima de 3 anos foi morta no atentando encomendado pela mãe da criança

Viviane Oliveira e Mirian Machado | 12/05/2022 09:59
Perito fazendo o primeiro levantamento na casa onde o crime ocorreu. (Foto: Direto das Ruas)
Perito fazendo o primeiro levantamento na casa onde o crime ocorreu. (Foto: Direto das Ruas)

Laudo pericial comprovou que a menina de 3 anos foi estuprada e o principal suspeito pelo crime é o avôdrasto, Elias Moreira do Santos, de 55 anos. O caso aconteceu em Costa Rica, distante 326 quilômetros de Campo Grande.

Ele e a mulher, Silvana Inácio Garcia, de 46 anos, avó de sangue da menina, foram feridos a tiros por vingança na última segunda-feira (9), na casa onde viviam, na Rua Rio Grande do Sul, no Bairro Sonho Meu IV. Silvana morreu no local. Elias foi transferido à Santa Casa da Capital, onde continua internado recebendo atendimento médico.

A mulher de 22 anos, suspeita de ter mandado matar Silvana e o companheiro dela, Elias, alega que encomendou os assassinatos por vingança. Ela afirmou que o sobrevivente abusou sexualmente da filha dela e a esposa dele teria dado cobertura. "O laudo deu positivo e o caso segue sob investigação", afirmou nesta manhã, Caique Ducatti, delegado responsável pelo caso. Elias é o principal suspeito pelo crime.

Ainda na segunda-feira, horas após o crime, além de prenderem a jovem mandante do crime, policiais civis e militares da cidade prenderam em flagrante rapaz de 21 anos e apreenderam um dos adolescentes envolvidos. De acordo com a apuração policial, a mãe da vítima de violência sexual induziu dois garotos, ambos de 16 anos, a cometerem o duplo homicídio. Já o mais velho foi chamado para ajudar na fuga e ajudou a comprar munições usadas no crime.

Assassinato - No dia crime, ocorrido na madrugada de segunda-feira (9), um dos adolescentes, que é filho do ex-cunhado de Elias, chamou pelo “tio” e pediu para ir ao banheiro. No momento em que o alvo virou de costas, ele efetuou os disparos. Depois, passou a arma para que o outro adolescente continuasse atirando e os dois foram até o quarto onde estava Silvana e também a atingiram.

O homem levou tiros no tórax e boca, mas conseguiu correr e pedir socorro na casa de uma filha. Já a esposa dele morreu na cama com 3 tiros na cabeça, além de perfurações no peito e mão. Segundo a Polícia Civil, “a mandante estava assistindo tudo”.

Depois do crime, todos fugiram em um Chevrolet Chevette e um dos adolescentes continua foragido. Segundo o delegado, o advogado dele já procurou a polícia e disse que vai apresentá-lo na próxima semana.

Conforme apurado pela reportagem, Elias já foi condenado por estupro de vulnerável e chegou a ficar preso. As primeiras denúncias contra ele foram registradas em julho de 2011.

Nos siga no Google Notícias