A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

17/06/2014 11:53

Polícia ouve 40 pessoas sobre invasão do prédio da Prefeitura da Capital

Francisco Júnior
Ex-prefeito Alcides Bernal no momento em que tentava entrar na prefeitura. (Cleber Gellio)Ex-prefeito Alcides Bernal no momento em que tentava entrar na prefeitura. (Cleber Gellio)

Cerca de 40 pessoas foram ouvidas pela Polícia durante a investigação que apura a invasão da Prefeitura de Campo Grande ocorrida no dia 15 de maio deste ano. A investigação é conduzida pelo delegado Fabiano Nagata, titular da Derf (Delegacia Especializada em Roubos e Furtos).

Segundo ele, entre boletins de ocorrências e denuncias referentes a invasão, a expectativa é de que sejam ouvidas ainda mais 40 pessoas, entre elas o ex-prefeito da Capital, Alcides Peralta Bernal (PP). “Nós queremos concluir o quanto antes, temos que ouvir mais pessoas”, explicou o delegado.

Com relação ao crime que essas pessoas podem indiciadas, o delegado afirmou que primeiro é preciso apurar de concreto o que aconteceu para depois tipificar que tipo de delito foi cometido. “ Vamos avaliar se houve crime”, disse.

Invasão - Por volta as 16h30 do dia 15 de maio, um grupo de 100 pessoas ligados a Alcides Bernal invadiu a prefeitura depois que uma liminar garantiu o retorno do ex-prefeito ao comando do município. Antes do prefeito retornar ao cargo, houve confronto entre os seus seguidores, que incluíam ex-secretários e ex-comissionados, e guardas municipais.

Na ocasião várias salas foram invadidas, parte do prédio depredado e documentos rasgados. Houve relatos de agressão de servidores durante a confusão.

Passada a invasação da prefeitura, na madrugada do dia 16 a liminar que dava ao prefeito cassado o direito de ser reconduzido ao cargo foi derrubada pelo Tribunal de Justiça. A liminar foi cassada pelo desembargador de plantão, Vladimir Abreu da Silva, que acatou pedido da assessoria jurídica da Câmara Municipal.

Com a decisão, Bernal ficou apenas oito horas no cargo de prefeito. Ele não conseguiu esquentar a cadeira, apesar dos ex-secretários terem assumido o comando das pastas.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions