ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, TERÇA  03    CAMPO GRANDE 26º

Capital

Policial preso por extorsão matou dois durante assalto e foi condecorado

Por Viviane Oliveira e Luana Rodrigues | 29/01/2017 17:53
Na época, o sargento Ivanildo foi condecorado pela corporação (Foto: arquivo)
Na época, o sargento Ivanildo foi condecorado pela corporação (Foto: arquivo)
Movimentação na lotérica no dia em que o sargento atirou em dois assaltantes (Foto: arquivo)
Movimentação na lotérica no dia em que o sargento atirou em dois assaltantes (Foto: arquivo)

Os dois policiais que foram presos por extorsão, na sexta-feira (27), em Dourados, distante 233 quilômetros de Campo Grande, são o sargento Ivanildo Gomes da Silva, 47 anos, e o soldado Tiago de Freitas Galvão, 22 anos.

Há 2 anos, o policial Ivanildo matou dois assaltantes e evitou o roubo a uma lotérica na rua da Divisão, no bairro Parati, em Campo Grande. Na época, o comandante da Policia Militar, coronel Carlos Alberto David dos Santos, disse que o militar iria ganhar uma promoção pela sua ação em prol da sociedade.

“Esse policial é um herói e a sociedade precisa de heróis”, comentou o coronel. Além disso, o sargento chegou a ser condecorado pela PM durante a inauguração da assessoria jurídica da categoria e elogiado pelo ex-governador André Puccinelli (PMDB). 

Prisão - Na sexta, operação conjunta entre a Polícia Militar e a Polícia Federal resultou na prisão em flagrante dos PMs. Conforme a polícia, uma denúncia anônima chegou informando de que militares estavam extorquindo uma pessoa suspeita de contrabando de cigarros. A informação foi checada e confirmada.

Ivanildo e Tiago foram encaminhados à delegacia de Polícia Federal no município. Após serem ouvidos, os militares foram encaminhados ao Presídio Militar Estadual da Capital, onde estão à disposição da Justiça Militar.

Em nota, o tenente-coronel Carlos Silva, comandante do 3º Batalhão de Polícia Militar, onde os dois policiais são lotados, declarou que todas as medidas referente a situação de extorsão foram tomadas imediatamente, com total apoio da Polícia Federal para a investigação e constatação da veracidade da denúncia, bem como a prisão dos envolvidos. 

A Polícia Miliar continua as investigações para saber se há mais policiais envolvidos no esquema de extorsão. 

Assalto - Na tarde do dia 11 de setembro, os dois bandidos chegaram à lotérica Parati por volta das 15h40 e anunciaram o assalto. Enquanto um pegava o dinheiro nos caixas, o outro ficou vigiando sete pessoas na fila, entre as quais estava Ivanildo. O sargento esperou o momento certo e atirou no primeiro bandido. Em seguida, o outro revidou, mas foi alvejado pelo tiro certeiro do policial. Os dois morreram no local.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário