ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
MARÇO, SEXTA  01    CAMPO GRANDE 35º

Capital

Policial preso por extorsão matou dois durante assalto e foi condecorado

Viviane Oliveira e Luana Rodrigues | 29/01/2017 17:53
Na época, o sargento Ivanildo foi condecorado pela corporação (Foto: arquivo)
Na época, o sargento Ivanildo foi condecorado pela corporação (Foto: arquivo)
Movimentação na lotérica no dia em que o sargento atirou em dois assaltantes (Foto: arquivo)
Movimentação na lotérica no dia em que o sargento atirou em dois assaltantes (Foto: arquivo)

Os dois policiais que foram presos por extorsão, na sexta-feira (27), em Dourados, distante 233 quilômetros de Campo Grande, são o sargento Ivanildo Gomes da Silva, 47 anos, e o soldado Tiago de Freitas Galvão, 22 anos.

Há 2 anos, o policial Ivanildo matou dois assaltantes e evitou o roubo a uma lotérica na rua da Divisão, no bairro Parati, em Campo Grande. Na época, o comandante da Policia Militar, coronel Carlos Alberto David dos Santos, disse que o militar iria ganhar uma promoção pela sua ação em prol da sociedade.

“Esse policial é um herói e a sociedade precisa de heróis”, comentou o coronel. Além disso, o sargento chegou a ser condecorado pela PM durante a inauguração da assessoria jurídica da categoria e elogiado pelo ex-governador André Puccinelli (PMDB). 

Prisão - Na sexta, operação conjunta entre a Polícia Militar e a Polícia Federal resultou na prisão em flagrante dos PMs. Conforme a polícia, uma denúncia anônima chegou informando de que militares estavam extorquindo uma pessoa suspeita de contrabando de cigarros. A informação foi checada e confirmada.

Ivanildo e Tiago foram encaminhados à delegacia de Polícia Federal no município. Após serem ouvidos, os militares foram encaminhados ao Presídio Militar Estadual da Capital, onde estão à disposição da Justiça Militar.

Em nota, o tenente-coronel Carlos Silva, comandante do 3º Batalhão de Polícia Militar, onde os dois policiais são lotados, declarou que todas as medidas referente a situação de extorsão foram tomadas imediatamente, com total apoio da Polícia Federal para a investigação e constatação da veracidade da denúncia, bem como a prisão dos envolvidos. 

A Polícia Miliar continua as investigações para saber se há mais policiais envolvidos no esquema de extorsão. 

Assalto - Na tarde do dia 11 de setembro, os dois bandidos chegaram à lotérica Parati por volta das 15h40 e anunciaram o assalto. Enquanto um pegava o dinheiro nos caixas, o outro ficou vigiando sete pessoas na fila, entre as quais estava Ivanildo. O sargento esperou o momento certo e atirou no primeiro bandido. Em seguida, o outro revidou, mas foi alvejado pelo tiro certeiro do policial. Os dois morreram no local.

Nos siga no Google Notícias